Eu
BRASIL, Sudeste, SAO CAETANO DO SUL, SANTA MARIA, Homem, de 12 a 15 anos, Portuguese, English, Música, Livros, Cinema , Futebol , Internet e + Música
MSN - mutatismutante@hotmail.com


Arquivos

- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/11/2006 a 30/11/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/09/2006 a 30/09/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/08/2004 a 31/08/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004
- 01/05/2004 a 31/05/2004



Outros

- Artificial Flavored
- Brincando com Palavras
- Caldeirão do Mago
- Discoteca Básica
- Duro na Queda
- Jack Não Tá Fazendo Nada...
- Lulu On The Sky
- Metamorphoses
- Micha Descontrolada
- Museu de Tudo
- My Girl
- No Congelador
- Nós por Nós
- O Blog do Szum
- Observador
- Opiniões Femininas
- Paulamar
- PERNAMBAIANO
- Putz Putz
- Ramsés Séc. XXI
- Under Pressure
- Vivendo Um Dia De Cada Vez
- Uma Janela
- Antigas Ternuras
- Beijo!


Votação

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Visitas

Créditos

No More Tears®



Voltei...pras coisas que deixei...

Desculpa galerinha , meu pc ficou gripado com o frio(vide "A confraria dos Bodes") e só tomou Benegrip hoje...:D

Bem... por hoje  é só... amanhã voltaremos com as atividades rotineiras...

Flws!



- Postado por: mutante às 20h30
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Everybody Loves A Happy Ending

  O mais novo disco dos Tears for Fears!

"Everybody Loves A Happy Ending" , faixa-título do disco , parece uma mistura de "A Day In The Life" , dos Beatles , com "Sowing the Seeds of Love" , deles mesmos...hehehehe...belas influências...eles mesmos e Beatles..."Closest Thing To Heaven" , ritmo deprê no começo , alegria no refrão , é uma beleza..."Call Me Mellow" é ótima! Lembra muito a fase Rubber Soul dos Beatles , baladinhas , com rockinho legal...(vide crítica a Rubber Soul abaixo...)

"Size of Sorrow" é meio lentinha mas eu gosto...o T(ears) 4(for) F(ears) sempre foi bom nisso..."Who Killed Tangerine" ,  mantém um clima de suspense...vide nome da música , o refrão eles jogam aquele ritmo deles...bem típico em STSL(Sowing The Seeds of Love)..."Quiet Ones" , usa de alguns efeitos eletrônicos(não é techno , please...) e lembra bem o disco "The Hurting"... aliás , esse disco faz um revival na carreira deles , sem parecer..."Who You Are" , começa como balada (o título lembra The Who...) , reduz um pouco e depois ecoa a primeira faixa , como se fosse um rádio...e acaba...

"The Devil" parece , no começo , música do Bob Dylan , mas depois entristece... ”Secret World” , mais uma baladinha...acho que eles foram para boates..., aí fizeram as baladas...hauhauahauhaua...”Killing with Kildness” é meio lenta...meio mórbida...clima pesado...mas eles sempre metem um refrão rockinho...não tem jeito! “Ladybird” , batida de violão com o vocal do Smith(é Smith???) , é legal...nada a ver com o passado do T4F , mas é boa! E fechando , “Last Days of Earth”  , começa com uma máquina de música , evolue pruma guitarra  e continua no gênero baladinha...

A primeira vez que ouvi esse disco fiquei com dor de cabeça... agora acho que passou... :D



- Postado por: mutante às 19h27
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Mais

 Este disco é bom pa cas(sete)...

Começamos com o erro crasso de gramática "Beija eu" , mas que musicalmente está totalmente certa! A maioria das letras da MM(Marisa Monte) é bem comercial , tipo aquelas músicas que ficam na nossa cabeça(e na da professora de português , quando dá aula de pronomes...)."Volte para o seu lar" , de Arnaldo Antunes , é bem legal... pura obra do poeta(como eu chamo Arnaldo)... Marisa dá aquelas respostas mal-educadas que numa música ficam bem legais..."Ainda lembro" , com Ed Motta , é uma baladinha romântica(como quase todas as de MM) e fez muito , muito sucesso nas rádios em 1992...

"De noite na cama" , bela letra de Caetano Veloso , com rimas bem estruradas e refrão estigmatizante(tá certo isso???)..."Rosa" , do mestre Pixinguinha é linda!(Tu és/Divina e graciosa/Estátua majestosa/Do amor)... linda letra , linda melodia , linda cantora(ooops...)..."Borboleta" , recolhida do folclore nordestina , está simplesmente D-I-V-I-N-A... a letra por si só , é bela. Com os arranjos do Ryuichi Sakamoto , ficou excelente! "Ensaboa" , de Cartola , parece literalmente o canto das lavadeiras... à beira do rio , cantavam as lavadeiras , ensaboando...hehehehehe... ficou muito legal o contraste da voz do Gigante Brazil(ex-Gang 90) com a de Marisa... Graves+Agudos=Belo Contraste ... :D

"Eu não sou da sua rua" é pura MPB , apesar de ser composta por dois Titãs(gigantes...AA e Branco Mello)..."Diariamente" , constantemente usada para comerciais(atualmente aquela do Dove...ô paródiazinha ruim...´) é pura poesia... tem gente que acha lista de supermercado...para isto , aquilo... eu não(Para Adidas o Conga: Nacional\Para o outono a folha: Exclusão\Para embaixo da sombra: Guarda -Sol\Para todas as coisas: Dicionário\Para que fiquem prontas: Paciência)...hehehehe

"Eu sei(Na mira)" , baladinha de fabricação própria , tem letrinha boa , musiquinha boa , mas eu tratando de se "eu sei" no título eu fico com Renato Russo..."Tudo Pela Metade" é meio chatinha e cabe exatamente na tese postada ontem...as músicas finais de alguns discos ótimos são um saco...e fechando..."Mustaphá" , apesar da letra , ainda enche um pouco...ainda mais se o Mustaphá fosse o presidente do Parmera...hauhauhauhauhauhauahuahauahuahauhaua...essa foi dose...quá quá quá...

Falou gALLera!



- Postado por: mutante às 21h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




"Tudo o que sei é que nada sei"

Socrates - Pictures of Famous Philosophers and Scientists Quem valorizou a descoberta do homem feita pelos sofistas, orientando-a para os valores universais, segundo a via real do pensamento grego, foi Sócrates. Nasceu Sócrates em 470 ou 469 a.C., em Atenas, filho de Sofrônico, escultor, e de Fenáreta, parteira. Aprendeu a arte paterna, mas dedicou-se inteiramente à meditação e ao ensino filosófico, sem recompensa alguma, não obstante sua pobreza. Desempenhou alguns cargos políticos e foi sempre modelo irrepreensível de bom cidadão. Combateu a Potidéia, onde salvou a vida de Alcebíades e em Delium, onde carregou aos ombros a Xenofonte, gravemente ferido. Formou a sua instrução sobretudo através da reflexão pessoal, na moldura da alta cultura ateniense da época, em contato com o que de mais ilustre houve na cidade de Péricles.

 

Inteiramente absorvido pela sua vocação, não se deixou distrair pelas preocupações domésticas nem pelos interesses políticos. Quanto à família, podemos dizer que Sócrates não teve, por certo, uma mulher ideal na quérula Xantipa; mas também ela não teve um marido ideal no filósofo, ocupado com outros cuidados que não os domésticos. Quanto à política, foi ele valoroso soldado e rígido magistrado. Mas, em geral, conservou-se afastado da vida pública e da política contemporânea, que contrastavam com o seu temperamento crítico e com o seu reto juízo. Julgava que devia servir a pátria conforme suas atitudes, vivendo justamente e formando cidadãos sábios, honestos, temperados - diversamente dos sofistas, que agiam para o próprio proveito e formavam grandes egoístas, capazes unicamente de se acometerem uns contra os outros e escravizar o próximo.

 

Entretanto, a liberdade de seus discursos, a feição austera de seu caráter, a sua atitude crítica, irônica e a conseqüente educação por ele ministrada, criaram descontentamento geral, hostilidade popular, inimizades pessoais, apesar de sua probidade. Diante da tirania popular, bem como de certos elementos racionários, aparecia Sócrates como chefe de uma aristocracia intelectual. Esse estado de ânimo hostil a Sócrates concretizou-se, tomou forma jurídica, na acusação movida contra ele por Mileto, Anito e Licon: de corromper a mocidade e negar os deuses da pátria introduzindo outros. Sócrates desdenhou defender-se diante dos juizes e da justiça humana, humilhando-se e desculpando-se mais ou menos. Tinha ele diante dos olhos da alma não uma solução empírica para a vida terrena, e sim o juízo eterno da razão, para a imortalidade.

 

E preferiu a morte. Declarado culpado por uma pequena minoria, assentou-se com indômita fortaleza de ânimo diante do tribunal, que o condenou à pena capital com o voto da maioria. Tendo que esperar mais de um mês a morte no cárcere - pois uma lei vedava as execuções capitais durante a viagem votiva de um navio a Delos - o discípulo Criton preparou e propôs a fuga ao Mestre. Sócrates, porém, recusou, declarando não querer absolutamente desobedecer às leis da pátria. E passou o tempo preparando-se para o passo extremo em palestras espirituais com os amigos. Especialmente famoso é o diálogo sobre a imortalidade da alma - que se teria realizado pouco antes da morte e foi descrito por Platão no Fédon com arte incomparável. Suas últimas palavras dirigidas aos discípulos, depois de ter sorvido tranqüilamente a cicuta, foram: "Devemos um galo a Esculápio". É que o deus da medicina tinha-o livrado do mal da vida com o dom da morte. Morreu Sócrates em 399 a.C. com 71 anos de idade.



- Postado por: mutante às 21h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Rubber Soul

Excelente disco dos Beatles...

"Drive My Car" fala sobre uma garota que sonha ser uma estrela e literalmente , humilha o namorado , dizendo que ele pode ser seu chofer... ritmo acelerado e letrinha legal , grande música."Norwegian Wood" também fala de amor , mas percebe-se evolução instrumental. "You Won´t See Me" ainda tem aquele sabor de passado(o deles...das músicas românticas) mas é uma grande música. Os vocais estão bem mais apurados e o ritmo também. "Nowhere Man" , grande sucesso , fala sobre solidão...

"Think for Yourself" uma das duas de Harrison , também é legal..."The Word" parece uma música sobre uma palavra mágica,legal pacas! "Michelle" ,uma das mais bonitas canções de amor de todos os tempos, diz a lenda , que Paul fez esta música para uma garota francesa que conheceu e ficou apaixonado... "What Goes On" parece country...aliás , é a única composição do Ringo neste disco... havia um acordo entre os Beatles que todos cantariam pelo menos uma música...as músicas do Ringo não são boas...em sua maioria.

"Girl" , conhecida por muitos aqui no Brasil como "Meu Bem" , versão cantada por Ronnie Von(Pequeno Príncipe) é meio chatinha , se comparada à outras do disco... mas não compromete o álbum..."I'm Looking Trought You" , volta ao estilo amor... hehehehe... começa um pouco lenta , acelera e depois "lentiza" de novo... "In My Life" a melhor do disco , fala sobre memórias, linda! Não sei como descrevê-la ,parece coisa natural que esta música seja minha favorita.

“Wait” , lembra aquelas músicas da Jovem Guarda...ou talvez seja o contrário."If I Need Someone” é a outra de Harrison , um pouco chatinha , lerdinha...eu não gosto muito de músicas lentas... talvez isso mude com o tempo(entendem??). E acabando , “Run For Your Life” , também não é muito legal... talvez eu goste um pouco de aceleradas... não sei porque , mas quando se trata das finais , alguns artistas desleixam... talvez seja só um problema com a ordem das faixas...hehe

Falou gALLera!



- Postado por: mutante às 20h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Marchinhas

Chiquita Bacana - Braguinha 

Chiquita bacana lá da Martinica
Se veste com casca de banana nanica
Não usa vestido
Não usa calção
Inverno pra ela é pleno verão
Existencialista com toda a razão
Só faz o que manda
O seu coração

---

Mamãe Eu Quero - Jararaca

Mamãe eu quero...
Mamãe eu quero...
Mamãe eu quero mamar...
Dá a chupeta...
Dá a chupeta...
Dá a chupeta pro bebê não chorar!  (bis)

Dorme filhinho do meu coração!
Pega a mamadeira e vem entrar pro meu cordão...
Eu tenho uma irmã que se chama Ana!
De piscar o olho...
Já ficou sem pestana!



- Postado por: mutante às 19h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras traduzidas 21

My Girl - The Temptations - (Minha Garota)

Eu tenho a luz do sol num dia nublado
Quando está frio lá fora
Eu tenho o mês de Maio
Eu suponho que você diz:
O que pode me fazer sentir deste jeito?
Minha garota (minha garota)
Falando sobre minha garota.

Eu tenho tanto mel que as abelhas me invejam
Eu tenho uma canção mais doce
Do que os pássaros nas árvores

Bom, eu suponho que você pensa
O que pode me fazer sentir deste jeito?
Minha garota (minha garota)
Falando sobre minha garota

Eu não preciso de nenhum dinheiro, fortuna ou fama
Eu tenho todas as riquezas, baby,
Que um homem possa exigir

Falando sobre minha garota (minha garota)
Eu tenho sol num dia nublado,
Com minha garota
Eu tenho até o mês de Maio,
Com minha garota

Falando sobre minha garota, falando sobre, ...
Minha garota...

É tudo de que consigo falar:
Minha garota...
(Falar sobre minha garota...)

---

A HARD DAY'S NIGHT - Beatles - (Uma noite de um dia díficil)

Vem sendo uma noite de um dia dificil
E eu estive trabalhando como um cachorro
Vem sendo uma noite de um dia dificil
Eu devia estar dormindo como uma pedra,

Mas quando eu chego em casa pra você,
Eu descubro as coisas que você faz
E me faz sentir-me bem

Você sabe que eu trabalho o dia todo
Para ganhar dinheiro pra você para comprar suas coisas
E vale a pena só de ouvir você dizer,
Você ira bem dar tudo

Então porque diabos eu deveria me importar?

Porque quando eu te pego sozinha
Você sabe que eu me sinto bem

Quando estou em casa
Tudo parece estar certo
Quando estou em casa
Sentindo você me abraçar forte.
Forte, sim.

Vem sendo uma noite de um dia dificil
E eu estive trabalhando como um cachorro
Vem sendo uma noite de um dia dificil
Eu devia estar dormindo como uma pedra,

Mas quando eu chego em casa pra você,
Eu descubro as coisas que você faz
E me faz sentir-me bem



- Postado por: mutante às 20h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Geraes

 Excelente disco de Milton Nascimento!

Começamos com a ótima "Fazenda"(Nelson Angelo) , com linda letra , que cheira a infância. "Cálix Bento" , música de folclore , fica linda nessa interpretação de Milton."Volver a Los 17"(Violeta Parra) , é uma linda música em espanhol , lindo dueto de vozes... só queria saber o que significa a letra... algum hermano? "Menino" , linda música , bem calminha.

"O Que Será" , música de protesto de Chico Buarque , linda , ótima com Milton! A versão do Trio Esperança parece um bolero..."Carro de Boi" lembra bem o interiorzão desse meu Brasil! "Caldeira" é uma daquelas faixas que tem em todo disco do Milton... instrumental , com um corinho de vozes... é isso... excelente."Promessas do Sol' lembra o filme do Kevin Costner , "Dança com Lobos", pela sua letra e pela batida , parece bem índio...

"Viver de Amor" , para mim , é a mais fraquinha deste disco... não consigo gostar..."Lua Girou" também é meio fraquinha..."Circo Marimbondo" , com a ilustre participação de Clementina de Jesus detona!!!! Sambinha bom , pandeirinho ali , vocal aqui , letrinha boa , que cai na cabeça , se fosse americano , era mais famosa que "New York New York"..."Minas Geraes" é meio chatinha...ele repete dez(10) vezes coração... pootz.

"Primeiro de Maio" tem a participação de Chico Buarque , numa letra tipicamente sua! E fechando , a clássica "Cio da Terra" , com seus versos lindos!(Afagar a terra\Conhecer os desejos da terra\Cio da terra, a propícia estação\E fecundar o chão). Dá-lhe música boa!!!!!

E , para quem acha que a grafia está errada , não aqui... é Geraes com "E" mesmo!



- Postado por: mutante às 19h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras interessantes 20

Minha História(Gesubambino) - Chico Buarque

Ele vinha sem muita conversa, sem muito explicar
Eu só sei que falava e cheirava e gostava de mar
Sei que tinha tatuagem no braço e dourado no dente
E minha mãe se entregou a esse homem perdidamente

Ele assim como veio partiu não se sabe pra onde
E deixou minha mãe com o olhar cada dia mais longe
Esperando, parada, pregada na pedra do porto
Com seu único velho vestido cada dia mais curto

Quando enfim eu nasci minha mãe embrulhou-me num manto
Me vestiu como se eu fosse assim uma espécie de santo
Mas por não se lembrar de acalantos, a pobre mulher
Me ninava cantando cantigas de cabaré

Minha mãe não tardou a alertar toda a vizinhança
A mostrar que ali estava bem mais que uma simples criança
E não sei bem se por ironia ou se por amor
Resolveu me chamar com o nome do Nosso Senhor

Minha história é esse nome que ainda hoje carrego comigo
Quando vou bar em bar, viro a mesa, berro, bebo e brigo
Os ladrões e as amantes, meus colegas de copo e de cruz
Me conhecem só pelo meu nome de Menino Jesus

---

Feijoada Completa - Chico Buarque

Mulher
Você vai gostar
Tô levando uns amigos pra conversar
Eles vão com uma fome que nem me contem
Eles vão com uma sede de anteontem
Salta cerveja estupidamente gelada prum batalhão
E vamos botar água no feijão


Mulher
Não vá se afobar
Não tem que pôr a mesa, nem dá lugar
Ponha os pratos no chão, e o chão tá posto
E prepare as lingüiças pro tiragosto
Uca, açúcar, cumbuca de gelo, limão
E vamos botar água no feijão


Mulher
Você vai fritar
Um montão de torresmo pra acompanhar
Arroz branco, farofa e a malagueta
A laranja-bahia, ou da seleta
Joga o paio, carne seca, toucinho no caldeirão
E vamos botar água no feijão


Mulher
Depois de salgar
Faça um bom refogado, que é pra engrossar
Aproveite a gordura da frigideira
Pra melhor temperar a couve mineira
Diz que tá dura, pendura a fatura no nosso irmão
E vamos botar água no feijão



- Postado por: mutante às 17h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Tudo Foi Feito Pelo Sol

 Excelente disco! Um dos melhores de rock Progressivo que já ouvi... Mutantes na cabeça

Começamos com "Cidadão da Terra" com bonita letra e muita instrumentação calcada em Yes(como não podia deixar de ser...)."Deixe Um Pouco D'água entrar no quintal" começa com uma bateria meio jazz  , prossegue numa guitarra estridente e vocais muito bons! "Desanuviar" , que significa dissipar as nuvens , é uma bela canção , calma pacas , ótima pra relaxar...aliás este disco inteiro eh bom pra relaxar.

"Eu só penso em te ajudar" é a melhor faixa do disco! Letra altamente real , numa sociedade altamente competitiva como a de hoje... (Estão dizendo que é pra competir/Mas eu só penso em te ajudar/Estão dizendo pra te deixar pra trás/Mas eu só penso em te abraçar)e mais adiante as frases(Hey garoto/Vê se não vai cair do buggy/Hey garoto/que tal você tocando moggy/Hey garoto/você dançando boggie woggie)"O Contrário de Nada é Nada" também é ótima... apesar da letra constatar que eles estavam altamente chapados quando compunham o repertório do disco... 

"Pitágoras" , faixa instrumental do disco , me lembra que os quadrados catetos somados é igual a hipotenusa... por exemplo... 3²(que é 9) mais 4²(que é 16) é igual a 5²(que é 25)...hehehehe... e fechando..."Tudo Foi Feito Pelo Sol" , que parece mais teoria alternativa de religião do que música de rock progressivo... mas é excelente!Os vocais do Sérgio Dias são colados nos do Jon Anderson do Yes... =D

color.jpg (243454 bytes)

Formação da Banda em 1974... Sérgio Dias , Túlio Mourão , Rui Motta e Antonio Pedro(depois Blitz...)



- Postado por: mutante às 17h41
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras traduzidas 20

A Canção do Imigrante - IMMIGRANT SONG - Led Zeppelin

Ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah
Viemos da terra do gelo e da neve
Do sol da meia-noite onde as fontes quentes sopram
O martelo dos deuses
Guiará nossos navios a terras novas
Para combater a horda, cantando e gritando:
Valhalla, eu estou chegando!

Seguimos varrendo com violentas remadas
Nosso único objetivo será a praia ocidental

Ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah, ah
Viemos da terra do gelo e da neve
Do sol da meia-noite onde as fontes quentes sopram
Quão suaves seus campos tão verdes
Podem sussurrar contos sanguinários
De como nós acalmamos as marés de guerra
Nós somos os seus suseranos

Seguimos varrendo com violentas remadas
Nosso único objetivo será a praia ocidental

Então será melhor vocês pararem
E reconstruírem todas as suas ruínas
Pois paz e confiança
Podem alcançar a vitória apesar de todas as suas derrotas

----

LOLA - The Kinks

Eu a conheci em um clube lá no velho Soho
Onde você bebe champagne
E ele tem gosto igual a cherry-cola
C-O-L-A, cola
Ela se aproximou de mim e me pediu pra dançar
Eu lhe perguntei o seu nome
E em uma voz marrom escuro ela disse Lola
L-O-L-A, Lola Lo-lo-lo-lo- Lola

Bem, eu não sou o cara
com mais físico do mundo
Mas quando ela me abraçou apertado
Ela quase quebrou minha coluna
Oh minha Lola Lo-lo-lo-lo- Lola
Bem, eu não sou burro mas não consigo entender
Porque ela anda como mulher e fala feito homem
Oh minha Lola Lo-lo-lo-lo- Lola Lo-lo-lo-lo- Lola

Bem, eu bebo champagne e danço a noite toda
Debaixo de luz de velas elétricas
Ela me levantou e me sentou no seu joelho
E ela me disse querido menino,
você vem pra casa comigo
Bem, eu não sou o cara com mais paixão do mundo
Mas quando eu olhei em seus olhos
Bem, eu quase me apaixonei pela minha Lola
Lo-lo-lo-lo- Lola Lo-lo-lo-lo- Lola
Lola Lo-lo-lo-lo- Lola Lo-lo-lo-lo- Lola

Eu lhe afastei
Caminhei até a porta
Caí no chão
Fiquei de joelhos
Então olhei para ela e ela me disse
É bem assim que eu quero que fique
E eu quero que sempre
permaneça assim para minha Lola
Lo-lo-lo-lo- Lola
Meninas serão meninos e meninos serão meninas
É um mundo misturado, enlameado e mexido
Exceto para Lola Lo-lo-lo-lo- Lola

Bem, eu deixei minha casa semana passada
E nunca beijei uma mulher antes
Mas Lola sorriu e me tomou pela mão
E ela me disse querido menino,
eu vou te fazer um homem

Bem, eu não sou o cara mais másculo do mundo
Mas eu sei o que sou
e estou feliz por ser um homem
E Lola também
Lo-lo-lo-lo- Lola Lo-lo-lo-lo- Lola
Lola Lo-lo-lo-lo- Lola Lo-lo-lo-lo- Lola

 



- Postado por: mutante às 17h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Poesias interessantes 22

A Lista - Oswaldo Montenegro

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais
Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora
Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você
Quantas mentiras você condenava
Quantas você teve que cometer
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você

---

Haicai - Serviço Consular - Érico Veríssimo

Com cartas brancas,
senhor cônsul solta
Pombos de papel.
       
Gota de orvalho
na corola dum lírio:
Jóia do tempo.

 



- Postado por: mutante às 14h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras interessantes 19

Tom Jobim/Chico Buarque - Retrato em Branco e Preto

Já conheço os passos dessa estrada
Sei que não vai dar em nada
Seus segredos sei de cor
Já conheço as pedras do caminho, E sei também que ali sozinho,
Eu vou ficar tanto pior
O que é que eu posso contra o encanto, Desse amor que eu nego
tanto
Com seus mesmos tristes, velhos fatos, Que num álbum de
retratos,
Eu teimo em  colecionar
Lá vou eu de novo como um tolo, Procurar o desconsolo,
Que cansei de conhecer
Novos dias tristes, noites claras, Versos, cartas, minha cara,
Ainda volto a lhe escrever
Pra lhe dizer que isso é pecado
Eu trago o peito tão marcado
De lembranças do passado
E você sabe a razão
Vou colecionar mais um soneto
Outro retrato em branco e preto,
A maltratar meu coração

---

Tom Jobim - Corcovado

Um cantinho e um violão
Este amor, uma canção
Pra fazer feliz a quem se ama
Muita calma pra pensar
E ter tempo pra sonhar
Da janela vê-se o Corcovado
O Redentor que lindo
 
Quero a vida sempre assim com você perto de mim
Até o apagar da velha chama
E eu que era triste
Descrente deste mundo
Ao encontrar você eu compreendi
O que é felicidade
O que é felicidade, o que é felicidade

 "Eu sei que eu vou te amar , sei que ainda vou te amar!"



- Postado por: mutante às 21h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




As Quatro Estações

 O disco mais vendido até hoje do Legião! E não é porque é muito comercial , é porque é bom mesmo!

"Há Tempos" é ótima letra! Como já dizia Dapieve , Cazuza é total coração , Arnaldo(Antunes) é total cérebro e Renato é o meio termo entre os dois. A música acaba com uma frase excelente , que se você parar pra pensar tem sentido(Lá em casa tem um poço/Mas a água é muito limpa!) "Pais e Filhos" , faixa clássica , talvez a mais adorada entre todas do Legio Urbis Omnia Vincit. O que as pessoas não entendem é o sentimento da letra, que segundo Renato , é sobre suícidio(Ela se jogou/Da janela do quinto andar) , e ainda lembra a situação de alguns filhos rejeitados por pais desnaturados(Eu moro na rua/Não tenho ninguém/Eu moro em qualquer lugar).

"Feedback Song for a Dying Friend" é fraca , mas talvez eu ache isso por ser em inglês , e o Legião é bem melhor em sua língua-mãe! "Quando o Sol Bater na Janela do seu Quarto" que já teve excelente regravação do Barão Vermelho , e tem inspiração budista do Tao-Te-King(Tudo é dor/E toda dor/vem do desejo/de não sentirmos dor). Esta é realmente uma daquelas músicas que tocam o coração e a cabeça ao mesmo tempo. "Eu Era um Lobisomem Juvenil" começa com um violãozinho que parece bem música de catedral e tem letra REALMENTE linda!!!!!! No momento de minha vida , é minha letra favorita deste disco junto com "Monte Castelo".

"1965(Duas Tribos)" é meio nostálgica , sobre o lema "O Brasil é o país do futuro" , muito divulgado pelo governo militar..."Monte Castelo" é nada mais nada menos que a junção dos primeiros versículos do capítulo 13(ou 14) da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios(não , não são os Gaviões da Fiel) e um soneto realmente lindo de Camões , "Amor é Fogo que Arde Sem se Ver" unidos a uma bela instrumentação. "Maurício" é meio deprê , uma continuação de "Andrea Doria" , do disco "Dois".

"Meninos e Meninas" é uma daquelas letras polêmicas , em que Renato Russo assume a sua homossexualidade e também que gosta de meninas("mas os meninos primeiro , por favor" já dizia Renato). O meu trecho favorito é aquele que ele diz(Eu canto em português errado/Acho que o imperfeito não participa do passado/Troco as pessoas/Troco os pronomes).

"Sete Cidades" é aquela música perfeita pra se ouvir enquanto se sente falta de alguém(uma namorada , por exemplo...) Vide a letra(Quando não estás aqui/Sinto falta de mim mesmo... e depois , Vem depressa pra mim/Que eu não sei esperar!).E fechando "Se fiquei esperando meu amor passar" seria a continuação de "Sete Cidades" , o último dia da espera , e fecha com um dito muito conhecido dos católicos (Cordeiro de Deus , Retirai os pecados do mundo!Tende piedade de nós , dai-nos a paz!) , numa versão rocker , muito melhor que o múrmurio dos padres da igrejinha da esquina... e também faz um apelo aos governantes do Brasil(Quero minha nação soberana!). Que pena que Renato não viveu para ver o Brasil soberano... e quem sabe nem eu mesmo viva para ver isso...o Brasil é o país do futuro... já diziam os militares...(não que eles eram exemplo de governantes , mas...)

Toda essa dissertação sobre uma frase da música me deixou com sono... Boa noite...



- Postado por: mutante às 21h27
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Rir é o melhor remédio...então riam!

Uma luz no fim do túnel:Thomas Alva Edison (1847‑1931), americano de Ohio, gostava de trabalhar no escuro. Afinal ele estava tentando inventar a lâmpada elétrica. Seu laboratório era um túnel debaixo de sua casa. Em 1878, aos 31 anos, conseguiu a luz. Levou todas as autoridades da cidade para ver o invento que iria mudar o mundo. Dizem que a frase foi do prefeito Garry Shirts: ‑ Vejo uma luz no fim do túnel. As coisas estão começando a melhorar.

Tirar o pai da forca:Tiradentes não teria sido enforcado se tivesse filhos adultos e sublevados. Algum Tiradentinho teria "tirado o pai da forca", bem depressinha.

Quem canta seus males espanta:É o que teria dito a cigarra para a formiga.

Puxar o saco:Deveria doer, não é? Mas não. Tenho a impressão de que, antigamente, aqueles reis tarados deviam ter alguém que ficava puxando o saco deles, devagarzinho, com carinho. Só pode ser, porque o puxa-saco puxa o saco sempre de mansinho, não é mesmo?

Pôr os pingos nos is: Naquela inscrição na cruz de Cristo, lê-se INRI. Mas na verdade seria JNRJ: Jesus Nazareno Rei da Judéia. Mas colocaram os "pingos nos is" para ficar mais bem explicado, que seria: lesus Nazareno Rei da Iudéia. Não se sabe quem mandou pingar os is e muito menos qual a frase certa.Mas a expressão veio daí com toda a certeza.

 

 

 

 

 

 

Todos os trechos aqui postados foram inventados por Mário Prata , e estão presentes neste livro...



- Postado por: mutante às 17h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Brega é bom e eu gosto.

Reginaldo Rossi - Garçom

Garçom, aqui, nesta mesa de bar
Você já cansou de escutar, centenas de casos de amor
Garçom, no bar, todo mundo é igual
Meu caso é mais um, é banal, mas preste atenção por favor
Saiba que o meu grande amor hoje vai se casar
E mandou uma carta pra me avisar,
Deixou em pedaços o meu coração
E pra matar a tristeza, só mesa de bar,
Quero tomar todas, vou me embriagar,
Se eu pegar no sono, me deite no chão
Garçom, Eu sei, eu tô enchendo o saco
Mas todo bebum fica chato
Valente e tem toda a razão
Garçom, mas eu só quero chorar
Eu vou minha conta pagar
Por isso eu lhe peço atenção
Saiba que o meu grande amor hoje vai se casar
E mandou uma carta pra me avisar,
Deixou em pedaços o meu coração
E pra matar a tristeza, só mesa de bar,
Quero tomar todas, vou me embriagar,
Se eu pegar no sono, me deite no chão

---

Uma vida só(Pare de tomar a pílula) - Odair José

Já nem sei há quanto tempo
A nossa vida é uma vida só
E nada mais
Nossos dias vão passando
E você sempre deixando
Tudo pra depois

Todo dia a gente ama
Mas você não quer deixar nascer
O fruto desse amor
Não entende que é preciso
Ter alguém em nossa vida
Seja como for

Você diz que me adora
Que tudo nessa vida sou eu
Então eu quero ver você
Esperando um filho meu
Então eu quero ver você
Esperando um filho meu

Pare de tomar a pílula
Pare de tomar a pílula
Pare de tomar a pílula
Porque, ela não deixa
Nosso filho nascer

Reginaldo Rossi "Meu bem , mon amour , ma femme!"



- Postado por: mutante às 16h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras traduzidas 19

WE WILL ROCK YOU - Nós Vamos Sacudir Você - Queen

Companheiro você é um garoto
Que faz muito barulho
Brincando na rua,
Vai ser um grande homem um dia
Você tem lama na cara
Sua grande desgraça
Chutando o que puder pôr todo lugar
Cantando

Nós vamos sacudir você
Nós vamos sacudir você

Companheiro você é um homem jovem
Homem durão
Gritando na rua
Vai dominar o mundo um dia
Você tem sangue na cara
Sua grande desgraça
Balançando sua bandeira por todo lugar

Nós vamos sacudir você
Cantando
Nós vamos sacudir você

Companheiro você é um velho homem
Pobre homem
Suplicando com seus olhos, vai fazer
Um pouco de paz algum dia
Você tem lama na cara
Sua grande desgraça
É melhor alguém te colocar de volta
No seu lugar

Nós vamos sacudir você
Cantando
Nós vamos sacudir você
Todo mundo...
Nós vamos sacudir você
Nós vamos sacudir você
Certo

--

KILLER QUEEN - Rainha Matadora - QUEEN

Ela mantém Moet et Chandon
Na sua linda estante
'Deixem eles comer o bolo' ela diz
Igual a Marie Antoinette
Um remédio
Para Khrushev e Kennedy
E a qualquer hora
Você pode recusar um convite

Caviar e cigarros
Bem servidos pela etiqueta
Extraordinariamente bom

Ela é uma rainha matadora
Gelatina de pólvora
Dinamite com raio laser
É garantia de te surpreender
A qualquer hora

Recomendado a qualquer preço
Um insaciável apetite
Quer experimentar?

Para evitar complicações
Ela nunca manteve o mesmo endereço
Em conversa,
Ela falava igual a uma baronesa
Conheceu um homem na China
Foi para Geisha Minah
E de novo
Se você não estiver disposto

Perfume veio naturalmente de Paris (naturalmente)
Para carros, ela não poderia se importar menos
Exigente e precisa

Ela é uma rainha matadora
Gelatina de pólvora
Dinamite com raio laser
É garantia de te surpreender
A qualquer hora

Sem hesitar ela está
Disposta como uma gata animada
E depois momentaneamente sem ação
Temporariamente sem gasolina
Para te deixar completamente maluco
Ela está aí pra te pegar!

Ela é uma rainha matadora
Gelatina de pólvora
Dinamite com raio laser
É garantia de te surpreender
A qualquer hora

Recomendado a qualquer preço
Um insaciável apetite
Quer experimentar?
Quer experimentar?

... "We are the champions...!!!"



- Postado por: mutante às 21h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Criaturas da Noite

 Um dos melhores discos de Rock Brazuca!

"Hey Amigo" , faixa inicial virou o lema do grupo (Hey Amigo/Cante a canção comigo).É o grande sucesso do disco e uma das melhores do disco."Queimada" , a segunda faixa , é uma bela poesia e um ótimo ritmo de violão. É aquelas canções pra gente cantar em volta da fogueira , de noite , quando se acampa."Pano de Fundo" é aquelas faixas de contradição(Quando eu digo sim/Eu digo não) excelentes , levada genial , ritmo acelerado.

"Ponto Final" , uma das duas instrumentais do disco , é a mais mineira e um coro lindo...além do uso dos sintetizadores básicos..."Volte na Próxima Semana" , parece música de "dar um tempo" , só que em ritmo roqueiro...(Volte na Próxima Semana/Pra ver , pra ver , pra ver)."Criaturas da Noite" , tem a melhor letra do disco(As criaturas da noite/Num vôo calmo e pequeno/Procuram onde secar/Peso de tanto sereno). Linda Linda Linda! É a melhor do disco! Sem dúvida... essa é aquela música que serve pra relaxar sem chegar a ser New Age...

"Jogo das Pedras" é fraca... a única coisa que se salva é a guitarra de Hinds.E fechando , a quilômétrica "1974" , puro progressivo  , 11 minutos de faixa. Instrumental , como cabe a todo progressivo(a não ser Yes , e seu ótimo vocal , Jon Anderson).

Este disco é DB(Discoteca Básica) Brazuca , com certeza!



- Postado por: mutante às 21h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Aftermath

 Um clássico do ROCK!!!!Disco de 1965 dos Stones!

Começamos com "Mother Little Helper" na versão britânica(a que eu tenho) ou "Paint It Black" na americana...bela batida de Richards na guitarra.Seguimos com "Stupid Girl" uma das melhores do disco(Ela é a pior no mundo inteiro/Olhe aquela garota estúpida)... heheh. Bela música. "Lady Jane" , faixa clássica!!!!Citada em "Era um garoto..."(Cantava Help!/and Ticket to Ride/Oh LADY JANE!/Oh Yesterday). Música mais romântica do disco.Eterna , sempre eterna faixa!.

"Under Mt Thumb" é outra clássica! Ela está embaixo de minha tumba! A melhor do disco! Com certeza!"Doncha Brother Me" lembra máfia... Richards na guitarra , como sempre excelente."Going Home" , faixa quilométrica de 11 minutos , excelente! Nada a ver com sua homônima do Ten Years After...(Eu vou pra casa/Volte pra casa...). "Flight 505" tem um teminha de abertura interessante e seu refrão lembra o título do maior sucesso dos Ventures(Hawaii Five-O com Flight Five-O-Five)..."High and Dry" é estilo Middle-East americano...mascando chiclete enquanto canta...

"Out of Time" é legalzinha , um refrãozinho melô...(Baby , baby/Você passou do tempo) que parece fornada de pão queimado..."It's Not Easy" é outra legal pacas! Se bem que neste disco , as músicas são mais ou menos iguais..."I am Waiting" é igual a "It's Not Easy"..."Take It or Leave It" parece lema de brechó..."Ou pegue ou deixe..."..."Think" , a penúltima do disco , é outra parecida com as outras...e fechando "What To Do" parece mesmo uma bela pergunta... junto com Quem sou eu?Onde estou?Para onde vou? parece ser a próxima pergunta a ser feita...

Mesmo com essas faixas do fim meio tosconas , é um bom disco. Discoteca Básica , eu diria...



- Postado por: mutante às 18h35
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Songs from the Big Chair

 Segundo disco do Tears for Fears , teve hits como "Shout" e "Everybody Wants to Rule The World"

O disco começa com "Shout" , grande hit dos anos 80 , chegando a ser a música mais tocada nas pistas brasileiras em 1986. A letra fala sobre união e tem uma batida excelente."The Working Hour" é uma baladinha bem bonitinha , mas nada muito chamativo."Everybody wants To Rule the World" é a melhor letra do disco. Me lembra o cenário político de hoje... todos querem governar o mundo...

"Mothers Talk" é muito legal!O ritmo acelerado da música e o vocal de Orzabal e de Smith rlz! "I Believe" parece muito com "Woman in Chains" do terceiro disco...ou melhor..."Woman In Chains" é que parece "I Believe"..."Broken" tem uma bela batida de guitarra. "Head Over Heels" foi o primeiro sucesso propriamente dito da banda e não está , além desse disco na versão ao vivo , em nenhum outro. O clipe desta música é muito legal. O Orzabal chega na biblioteca com uma pilha de livros...hauhauah.Fechando o disco "Listen" , muito boa , pra variar.

Meu primeiro review de rock!!!!EEEEE



- Postado por: mutante às 20h10
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




O Verdadeiro José

Estréia hj , a sessão crônicas...começamos com essa de Veríssimo

" Verdadeiro José

José morreu, com justeza poética, num avião da Ponte Aérea, a meio
caminho entre São Paulo e Rio. Coração. Morreu de terno cinza e gravata
escura, segurando a mesma pasta preta com que desembarcava no Santos
Dumont todas as segundas-feiras, durante anos. Só que desta vez a pasta
preta desembarcou sobre o seu peito, na maca, como uma l pide
provisória.

- O velho Paulista... - disseram seus colegas de trabalho, no velório,
lamentando a perda do companheiro tão sério, tão eficiente, tão
trabalhador. Seu apelido no Rio era Paulista.

A mulher e o filho de 18 anos mantiveram uma linha de sóbria resignação
durante todo o velório. Aquele era o estilo de José. Nada de arrooubos
ou demonstrações de sentimento. Sobriedade. Foi idéia do filho que o
enterrassem de colete.

- A verdade - cochichou um dos sócios de José na empresa - é que ele
nunca se adaptou aos hábitos cariocas...

- Sempre foi um paulista desterrado - concordou alguém.

- Desterrado?- estranhou um terceiro. - Mas vivia lá e cá...

Foi nesse ponto que entraram no velório, aos prantos, uma senhora e uma
moça, ambas vestindo jeans iguais e carregando as grandes bolsas de
couro com que tinham viajado de São Paulo.

- Carioca! - gritou a mais velha, precipitando-se na direção do caixão.
- É você, Carioca?

- Papai! - gritou a mais moça, debruçando-se sobre o solene defunto.

Consternação geral.

Dr. Lupércio, o advogado da família, conseguiu que as duas mulheres de
José se reunissem em algum lugar afastado da camara ardente. O mais
difícil foi arrancar a segunda mulher - na ordem de chegada ao velório -
de cima do caixão. Em pouco tempo confirmou-se o óbvio. José tinha outra
família em São Paulo. A filha tinha 15 anos. A mulher do Rio foi seca:

- A legítima sou eu.

- Meu bem... - começou a dizer a outra.

- Não me chame de seu bem. Nós nem nos conhecemos.

- Calma, calma - pediu o Dr. Lupércio.

- Agora eu sei por que o Carioca nunca quis me trazer ao Rio... - disse
a outra.

- O nome dele é José. Ou era, até acontecer isto - disse a primeira, não
se sabendo se falava da morte ou da descoberta da segunda família.

- Lá em São Paulo toda a turma chama ele de Carioca.

- "Turma?" - estranhou a primeira. No Rio eles não tinham turma.
Raramente saíam de casa. Um ou outro jantar em grupo pequeno. Concertos,
às vezes. Geralmente estavam na cama antes das dez.

Na camara ardente, o filho de José evitava o olhar da sua meia-irmã. Os
dois eram parecidos. Tinham os traços do pai. A moça, com os olhos ainda
cheios de lágrimas, comentara que aquela era a primeira vez que via o
pai de gravata. O filho ia dizer que não se lembrava de jamais ter visto
o pai sem gravata, mas achou melhor não dizer nada. Era uma situação
constrangedora.

- Pobre do papai - disse a moça, soluçando. - Sempre tão brincalhão...

O filho entendia cada vez menos.

O apelido dele, em São Paulo, era Carioca. Descia em Congonhas todas as
quintas-feiras de camiseta esporte. No máximo com um pulôver sobre os
ombros. Uma vez chegara até de bermudas e chinelos de dedo. Gostava de
encher o apartamento de amigos, ou sair com a turma para um restaurante
ou uma boate. E se alguém ameaçasse ir embora, dizendo que "Amanhã é dia
de trabalho", ele berrava que paulista não sabia viver, que paulista só
pensava em dinheiro, que só carioca sabia gozar a vida. Com sua alegre
informalidade, fazia sucesso entre os paulistas. Inclusive nos negócios,
apesar do mal-estar que causava sua camisa aberta até o umbigo, em
certas salas de reuniões. Todas as segundas-feiras voava para o Rio.
Dizia que precisava pegar uma praia, respirar um pouco.

- Você não estranhava quando ele voltava do Rio branco daquele jeito? -
perguntou a legítima.

- Ele dizia que não adiantava pegar cor na praia, ficava branco assim
que pisava em Congonhas - disse a outra.

As duas sorriram.

Mais tarde, em casa, o Dr. Lupércio refletiu sobre o caso.

- Um herói de dois mundos - sentenciou.

A mulher, como sempre, não estava ouvindo. O Dr. Lupércio continuou:

- No Rio, era o paulista típico. Uma caricatura. Sim, é isto!

O Dr. Lupércio sempre se agitava quando pegava uma tese no ar com seus
dedos compridos. Era isso. No Rio, ele era uma caricatura paulista. A
imagem carioca do paulista. Em São Paulo, era o contrário.

- E mais. Quando fazia o papel do paulista proverbial, no Rio, era
gozação. Quando fazia o carioca em São Paulo, era estratégia de venda.

O advogado, no seu entusiasmo, apertou com força o braço da mulher, que
disse "Ai, Lupércio!".

- Você não vê? Ele estava sendo cariocamente malandro quando fazia o
paulista, e paulistamente utilitário quando fazia o carioca. Um gigolô
do estereótipo! Uma síntese brasileira! Mas qual dos dois era o
verdadeiro José?

Duas viúvas dormiam sozinhas. A do Rio sem o seu José, aquela rocha de
critérios e responsabilidades em meio à inconseqüência carioca. A de São
Paulo sem o seu Carioca, aquele sopro de ar marinho no cinza paulista.

As duas suspiraram."

 



- Postado por: mutante às 18h08
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras interessantes 18

Rita Lee - Jardins da Babilônia

Suspenderam os jardins da Babilônia
E eu prá não ficar por baixo
Resolvi botar as asas prá fora, porque
Quem não chora dali, não mama daqui, diz o ditado
Quem pode, pode, deixa os acomodados que se incomodem

Minha saúde não é de ferro não
Mas meus nervos são de aço

Prá pedir silêncio eu berro, prá fazer barulho eu mesma faço, ou não
Mas pegar fogo nunca foi atração de circo
Mas de qualquer maneira
Pode ser um caloroso espetáculo, então
O palhaço ri dali, o povo chora daqui, e o show não pára
E apesar dos pesares do mundo

---

Rita Lee - Luz Del Fuego

Eu hoje represento a loucura
Mais o que você quiser
Tudo que você vê sair da boca
De uma grande mulher
Porém louca!

Eu hoje represento o segredo
Enrolado no papel
Como Luz del Fuego
Não tinha medo
Ela também foi pro céu, cedo!

Eu hoje represento uma fruta
Pode ser até maçã
Não, não é pecado,
Só um convite
Venha me ver amanhã
Mesmo!

Amanhã! Amanhã! Amanhã!...

Eu hoje represento o folclore
Enrustido no metrô
Da grande cidade que está com pressa
De saber onde eu vou
Sem essa!

Eu hoje represento a cigarra
Que ainda vai cantar
Nesse formigueiro quem tem ouvidos
Vai poder escutar
Meu grito!

Eu hoje represento a pergunta
Na barriga da mamãe
E quem morre hoje, nasce um dia
Pra viver amanhã
E sempre!

"Foi quando meu pai me disse/filha, você é a ovelha negra da família..."



- Postado por: mutante às 12h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Tom Zé(1970)

 Este é um daqueles ótimos discos , perdidos no tempo , como quase todos aqueles gravados pelo baiano Tom Zé.

O disco se inicia com a faixa "Lá vem a onda" , uma daquelas faixas ele/ela, começada com um ótimo jogo de palavras(Eu sou escravo/ela é canela...). Segue com "Guindaste a Rigor" com uma letra típica de Tom Zé , que cheira a poesia concreta , literalmente...(Quero dez máquinas de concreto/porque não gosto de violinos , inos , inos...).

A terceira faixa "Distância" é uma bela canção de amor(o gosto de sorrir/só rimava/no som dos teus olhos...as luzes da cidade/não acendem mais pra mim/as coisas que eu cantava/já não cantam mais pra mim/não adianta nada/pra mim tudo se acaba/nesta dor sem fim)."Dulcinéia Popular Brasileira" é uma faixa muito bem humorada(Compre sob receita médica\Sua fossa se vitaminada\E chore pela Dulcinéia\Dulcinéia Popular Brasileira\Que em cada festival fica mais enferrujada...Compre logo seu saquinho plástico\Com a fossa bem concentrada\Garantida por dois anos\Quando em gelo conservada) , onde Tom Zé critica a indústria dos festivais(o da Record de 1969 e de 1970 foram muito fracos se comparados aos de 1967 e 1968).

"Qualquer Bobagem" é uma das poucas parcerias de Tom Zé , esta com os irmãos Baptista(Sérgio Dias e Arnaldo Baptista , dos Mutantes) , presente no segundo disco dos Mutantes , "Mutantes" e neste também , e depois foi regravada pelo Pato Fu em 1995."O Riso e a Faca" é bem parecida com a faixa inicial e tem letra bem criativa. "Jimmi , renda-se" é outra faixa em que Tom usa o jogo de palavras(só o título já é um jogo de palavras com Jimi Hendrix).

"Me dá , me dê , me diz" é uma letra criativa e sem nexo , mas interessante."Passageiro" tem uma citação despercebida por muitos ao conto "O Rouxinol do Imperador" de Andersen. "Escolinha de Robô" lembra "Conto de Fraldas" lançada em 1974 num compacto e depois regravada pelo Tianastácia em seu CD de abertura. "Jeitinho Dela" é outra excelente faixa deste disco , com sua letra engraçada e ritmo bossinha. Finalizando , o sucesso "A Gravata" , com o nonsense típico de Tom Zé(Ela é a forca portátil\mais fácil de manejar\moderna, bem colorida,\para a vítima se alegrar\é um processo freudiano\para a autopunição\com o laço no pescoço\e a fé no coração).

Outro dia eu estava ouvindo este disco com a máscara de mergulho e o snorkel... =D =D. Vale a pena procurar este disco e seu anterior , "Tom Zé" , de 1968.



- Postado por: mutante às 12h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Poesias interessantes 22

O Relógio - Vinícius de Moraes

Passa tempo, tic-tac
Tic-tac, passa hora
Chega logo, tic-tac
Tic-tac, vai-te embora
Passa, tempo
Bem depressa
Não atrasa

Não demora
Que já estou
Muito cansado
E já perdi toda alegria
De fazer meu tic-tac

Dia e noite
Noite e dia
Tic-tac
Tic-tac
Dia e noite
Noite e dia

--

O Pingüim - Vinicius de Moraes

Bom dia, pingüim
Onde vais assim
Com ar apressado?
Eu não sou malvado
Não fique assustado
Com medo de mim

Eu só gostaria
De dar um tapinha
No seu chapéu jaca
Ou bem de levinho
Puxar o rabinho
Da sua casaca

Quando você caminha
Parece o Chacrinha
Lelé da caixola
E um velho senhor
Que foi meu professor
No meu tempo de escola

Pingüim, meu amigo
Não se zangue comigo
Nem perca a estribeira
Não pergunte por quê
Mas todos põem você
Em cima da geladeira



- Postado por: mutante às 16h17
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Construção

 Mais um review! Dessa vez do disco "Construção" de Chico Buarque.

O disco se inicia com "Deus Lhe Pague" , música de ritmo acelerado e letra politizada. Seguimos com "Cotidiano" , um bela batida de violão e uma letra que narra , nada mais , nada menos que o cotidiano de um operário(Todo dia eu só penso em poder parar\Meio-dia eu só penso em dizer não\Depois penso na vida pra levar\E me calo com a boca de feijão). A terceira faixa , "Desalento" , soa como bossa-nova no meio de um disco de músicas politizadas(Construção , Deus Lhe Pague , Samba de Orly e Cotidiano) , com letra de Vinicius de Moraes.

A próxima é a faixa-título "Construção" , uma das obras primas de Chico , com todos os versos terminados em palavras proparoxítonas.Bela letra , narrando Vida & Paixão de um pedreiro. Destaca-se também o backing vocal do MPB-4."Cordão" é outra bossa-nova , e leva uma crítica à Ditadura nas entrelinhas(Ninguém vai me acorrentar\Enquanto eu puder cantar\Enquanto eu puder sorrir). "Olha Maria" tem bonita letra de Vinicius de Moraes e participação de Tom Jobim(Meu maestro soberano , diria Chico em "Paratodos").

"Samba de Orly" , é uma letra com clara referência ao exílio(Vai meu irmão\Pega esse avião\Você tem razão...E se puder me manda\Uma notícia boa). "Valsinha" é declaradamente , uma valsa ,com letra linda sobre um casal que de repente , faz coisas que fazia antes de casar(Depois os dois deram-se os braços como há muito tempo não se usava dar\E cheios de ternura e graça foram para a praça e começaram a se abraçar)."Minha História(Gesubambino)" é uma letra linda! (Mas por não se lembrar de acalantos, a pobre mulher\Me ninava cantando cantigas de cabaré...E não sei bem se por ironia ou se por amor\Resolveu me chamar com o nome do Nosso Senhor). Foi traduzida por Chico de uma música italiana e a batida do violão é excelente!"Acalanto" , faixa que encerra o álbum , é uma cantiga de ninar para sua filha , Helena.

Excelente disco!!!!!!!!



- Postado por: mutante às 15h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras interessantes 17

Cotidiano - Chico Buarque

Todo dia ela faz tudo sempre igual
Me sacode às seis horas da manhã
Me sorri um sorriso pontual
E me beija com a boca de hortelã

Todo dia ela diz que é pra eu me cuidar
E essas coisas que diz toda mulher
Diz que está me esperando pro jantar
E me beija com a boca de café

Todo dia eu só penso em poder parar
Meio-dia eu só penso em dizer não
Depois penso na vida pra levar
E me calo com a boca de feijão

Seis da tarde como era de se esperar
Ela pega e me espera no portão
Diz que está muito louca pra beijar
E me beija com a boca de paixão

Toda noite ela diz pra eu não me afastar
Meia-noite ela jura eterno amor
E me aperta pra eu quase sufocar
E me morde com a boca de pavor

Todo dia ela faz tudo sempre igual
Me sacode às seis horas da manhã
Me sorri um sorriso pontual
E me beija com a boca de hortelã

--

A Rita - Chico Buarque

A Rita levou meu sorriso
No sorriso dela
Meu assunto
Levou junto com ela
E o que me é de direito
Arrancou-me do peito
E tem mais
Levou seu retrato, seu trapo, seu prato
Que papel!
Uma imagem de são Francisco
E um bom disco de Noel

A Rita matou nosso amor
De vingança
Nem herança deixou
Não levou um tostão
Porque não tinha não
Mas causou perdas e danos
Levou os meus planos
Meus pobres enganos
Os meus vinte anos
O meu coração
E além de tudo
Me deixou mudo
Um violão

 "Estava à toa na vida...o meu amor me chamou...pra ver A Banda passar cantando coisas de amor..."

Falou gALLera!



- Postado por: mutante às 19h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Ação entre amigos

Em 1971, Miguel (Rodrigo Brassalto), Paulo (Heberson Hoerbe), Elói (Sérgio Cavalcante) e Osvaldo (Douglas Simon) participaram da luta armada contra a ditadura militar e acabaram sendo presos quando tentavam assaltar um banco. Eles foram barbaramente torturados, sendo que Lúcia (Melina Athís), a namorada de Miguel que estava grávida, morreu quando seus algozes colocaram nela uma "coroa de cristo" até estourar seu cérebro. Vinte e cinco anos depois, os quatro amigos ainda se vêem e quando vão para uma pescaria Miguel (Zecarlos Machado) mostra aos amigos uma foto de um encontro político em São Paulo, afirmando que uma das pessoas fotografadas foi Correia (Leonardo Villar), o homem que os torturou por meses. Inicialmente Paulo (Carlos Meceni), Elói (Cacá Amaral) e Osvaldo (Genésio de Barros) contestam a afirmação do amigo, pois oficialmente Correia morreu, mas a verdade é que ninguém viu o corpo e três anos depois a viúva de Correia faleceu de câncer e, algum tempo depois, os restos mortais dela foram transferidos para outro cemitério. Como não consta o nome de quem fez o pedido, Miguel acredita que tenha sido Correia. Na cidade eles confirmam que o corpo está lá, assim procuram um local de apostas, pois o torturador deles era um viciado em qualquer tipo de jogo, e o acabam encontrando em uma rinha de galos. Os quatro armam uma emboscada e seqüestram Correia, que inicialmente nega tudo, mas após receber de Miguel um tiro na perna admite ser o torturador, mas revela algo inimaginável: ele só os prendeu pelo simples fato de que entre eles existia um delator.

 Excelente filme de Beto Brant!!!! Escrito por Marçal Aquino , o mesmo roteirista de "Os Matadores" e "O Invasor".Recomendado!



- Postado por: mutante às 18h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras interessantes 16

Preta Pretinha - Novos Baianos

Enquanto eu corria, assim eu ia
Lhe chamar enquanto corria a barca (2x)
Por minha cabeça não passava
Só, só, somente só
Assim vou lhe chamar, assim você vai ser (2x)


Lá iá lá lá iá, lá lá lá iá, lá iá
Preta, preta, pretinha (4x)
Abre a porta e a janela e vem ver o sol nascer (2x)
Eu sou um pássaro que vivo avoando
Vivo avoando sem nunca mais parar

---
Brasil Pandeiro - Assis Valente/Novos Baianos

Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor
Eu fui na Penha, fui pedir ao Padroeiro para me ajudar
Salve o Morro do Vintém, Pendura a saia eu quero ver
Eu quero ver o tio Sam tocar pandeiro para o mundo sambar
O Tio Sam está querendo conhecer a nossa batucada
Anda dizendo que o molho da baiana melhorou seu prato
Vai entrar no cuzcuz, acarajé e abará
Na Casa Branca já dançou a batucada de ioiô, iaiá
Brasil, esquentai vossos pandeiros
Iluminai os terreiros que nós queremos sambar
Há quem sambe diferente noutras terras, noutra gente
Num batuque de matar
Batucada, Batucada, reunir nossos valores
Pastorinhas e cantores
Expressão que não tem par, ó meu Brasil
Brasil, esquentai vossos pandeiros
Iluminai os terreiros que nós queremos sambar
Ô, ô, sambar, iêiê, sambar...

Novos Baianos " Besta é tu , besta é tu..."

Boa noite...



- Postado por: mutante às 18h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




"Operator...My Pocket Calculator!!!"

Ralf Hutter e Florian Esteban começam a tocar juntos em 67, no quinteto Organization. No ano seguinte ao lado de Klaus Dinger e Andreas Hohmann criam o Kraftwerk, grupo no qual todos executam programações eletrônicas, além de tocar vários instrumentos acústicos. Esta formação é responsável pelos dois primeiros LP’s da banda. Com a saída de Dinger e Hohmann em 73, entram Wolfgang Flur e Klaus Roeder.

Autobahn, de 74, chega ao quinto posto da parada norte americana, sendo o primeiro LP de sucesso do Kraftwerk, considerado pela crítica um dos mais influentes grupos eletrônicos da história do pop. Depois vieram Radio-Activity, este totalmente instrumental e Trans-Europe Express em 77. Em 78, o LP Man Machine traz a música “The Model” que chega ao topo das paradas inglesas. A partir daí, começam a ter grandes intervalos para o lançamentos de LP’s, entre eles Computer World e Elétric Café, mas sempre mantendo a qualidade. A banda fez uma visita ao Brasil em 99, apresentando-se em São Paulo, parte de uma turnê mundial quee culminou no single lançado pela banda, “Expo 2000”. Recentemente a banda lançou Tour de France Soundtrack com faixas que compuseram para a tradicional corrida ciclista que acontece na França, mantendos sempre seu estilo visionário, marca da banda.

 

 

Radioactivity - Kraftwerk(Rádio atividade)

Rádio atividade
Está no ar , pra você e pra mim
Rádio atividade
Descoberta por Marie Curie
Rádio atividade
Tom entorno da melodia

Falou gALLera!



- Postado por: mutante às 17h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras interessantes 15

Fazenda - Milton Nascimento

Água de beber
Bica no quintal
Sede de viver tudo
E o esquecer era tão normal
Que o tempo parava
E a meninada respirava o vento
Até vir a noite
E os velhos falavam
Coisas dessa vida
Eu era criança
Hoje é você
E no amanhã, nós
Água de beber
Bica no quintal
Sede de viver tudo
E o esquecer era tão normal
Que o tempo parava
Tinha sabiá, tinha laranjeira
Tinha manga-rosa
Tinha o sol da manhã
E na despedida
Tios na varanda
Jipe na estrada
E o coração lá

--

Volver a Los 17 -  Milton Nascimento e Violeta Parra

Volver a los diecisiete después de vivir un siglo
Es como decifrar signos sin ser sabio competente
Volver a ser de repente tan frágil como un segundo
Volver a sentir profundo como un niño frente a Dios
Eso es lo que siento yo en este instante fecundo
Se va enredando, enredando
Como en el muro, la hiedra
Y va brotando, brotando
Como el musguito en la piedra
Como el musguito en la piedra, ay si si si...
Mi paso retrocedido cuando el de ustedes avanza
El arco de las alianzas ha penetrado en mi nido
Con todo su colorido se ha paseado por mis venas
Y hasta la dura cadena con que nos ata el destino
Es como un diamante fino que alumbra mi alma serena
Lo que puede el sentimiento no lo ha podido el saber
Ni el más claro proceder ni el más ancho pensamiento
Todo lo cambia el momento cual mago condescendiente
Nos aleja dulcemente de rancores y violencias
Sólo el amor con su ciencia nos vuelve tan inocentes
El amor es torbellino de pureza original
Hasta el feroz animal susurra su dulce trino
Detiene a los peregrinos libera a los prisioneros
El amor con sus esmeros al viejo lo vuelve niño
Y al malo sólo el cariño lo vuelve puro y sincero
De par en par la ventana se abrió como por encanto
Entró el amor con su manto como una tibia mañana
Al son de su bella diana hizo brotar el jazmín
Volando cual serafín al cielo le puso aretes.
Y mis años en diecisiete los convertió el querubín

 Milton Nascimento , ou "Bituca"...

Falou gALLera! Eu sei que a última está em espanhol...mas ela eh bonita de qlqr jeito!



- Postado por: mutante às 19h46
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




"Hail Hitler"

Adolf Hitler Líder político alemão nasceu a 20 de Abril de 1889, na cidade austríaca de Braunnau, filho de Alois Hitler e Klara Pölzl. . Responsável por um dos maiores genocídios da História, desencadeador da 2.ª Guerra Mundial (1939-1945) e mandante do extermínio de cerca de 6 milhões de judeus. Sem concluir os estudos de segundo grau em Linz, mudou-se para Viena (1908), onde o sonho de se tornar pintor foi truncado quando não conseguiu ingressar na Academia de Belas-Artes. Em 1913, muda-se para Munique, Alemanha, fugindo do alistamento no Exército de seu país. Com o início da 1.ª Guerra Mundial , em 1914, alista-se no Exército alemão como voluntário. Ferido em combate, recebe a condecoração da Cruz de Ferro. Em 1919, filia-se ao Partido Operário Alemão (DAP), rebatizado em 1920 como Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (NSDAP) e apelidado de “nazi”. No ano seguinte, passa a chefiar o partido. Preso em 1923, após uma tentativa de golpe de Estado – o Putsch de Munique –, escreve o livro Mein Kampf , que me português significa "Minha Luta". Suas idéias se baseiam no nacionalismo, no anticomunismo, no anti-semitismo e na crença na superioridade da raça ariana. Seu objetivo é construir um novo Estado (3º Reich) capaz de promover a autonomia econômica da Alemanha, libertando-a do Tratado de Versalhes. Em 1930, torna-se cidadão alemão. Assume o poder como chanceler em 1933. Bane partidos políticos, prende opositores, reintroduz o serviço militar obrigatório e dá início à expansão militarista alemã. Ordena a invasão da Polônia em 1939, provocando a 2.ª Guerra Mundial. Manda judeus para campos de concentração e anexa vários países da Europa. Derrotado, em abril de 1945, com as tropas soviéticas cercando Berlim, suicida-se no bunker da chancelaria.

leftEsse bigodinho é rídiculo , não???



- Postado por: mutante às 19h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras interessantes 14

Ira! - Flores em Você

De todo o meu passado
Boas e más recordações
Quero viver meu presente
E lembrar tudo depois
Nessa vida passageira
Eu sou eu, você é você
Isso é o que mais me agrada
Isso é o que me faz dizer
Que vejo flores em você
---
Ira! - Envelheço na Cidade

Mais um ano que se passa, mais um ano sem você
Já não tenho a mesma idade, envelheço na cidade    
Essa vida é jogo rápido para mim ou prá você
Mais um ano que se passa e eu não sei o que fazer!

Juventude se abraça, se une pra esquecer
Um feliz aniversário  para mim ou prá você...
Feliz aniversário - envelheço na cidade
Feliz aniversário - envelheço na cidade
Feliz aniversário - envelheço na cidade
Feliz aniversário
      
Meus amigos minha rua, as garotas da minha rua,
Não os sinto, não os tenho... mais um ano sem você!
As garotas desfilando, os rapazes a beber
Já não tenho a mesma idade, não pertenço a ninguém

Juventude se abraça, se une pra esquecer
Um feliz aniversário  para mim ou prá você...
Feliz aniversário - envelheço na cidade
Feliz aniversário - envelheço na cidade
Feliz aniversário - envelheço na cidade

--
Ira! - Entre Seus Rins

Te amo
Isso eu posso te dizer
Como eu gosto de você
Como eu gosto de você
Te quero
Isso é tudo que eu sei
Que eu gosto de você
Como eu gosto de você

O que eu sinto
Não é difícil explicar
É o amor como uma fonte a jorrar
Pura emoção

E o meu sonho
Nem consigo me lembrar
Mas o certo é que você estava lá
Sonho real

Seu beijo
Minhas mãos em seu quadril
Madrugada tão febril
Como eu gosto de você seus rins

Meu exílio
É em seu corpo inteiro
És meu país estrangeiro
Como eu gosto de você

Me deu o dedo
Eu quis o braço e muito mais
E agora estou a fim
De ficar entre seus rins

"Vou me entorpecer...bebendo vinho!" IRA! em tripla dose!

Falou gALLera! Visitem tbm meu novo blog... www.mutatismutante.blig.ig.com.br



- Postado por: mutante às 18h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




O Chamado da Floresta

 Uma das obras-primas de Jack London! A melhor história de cachorros já escrita!

Em 1896, enormes pepitas de ouro foram encontradas, no Alasca, na confluência dos rios Yukon e Klondike. A descoberta do cobiçado metal nesta região inóspita fez com que hordas de norte-americanos juntassem suas economias e rumassem ao norte, na tentativa de enriquecer. Para sobreviver em meio ao frio, era necessário levar provisões abundantes e cães fortes para puxar trenós, o único meio de transporte confiável.

Jack London (1876-1916), que tentou a vida no garimpo em 1897, narra neste romance as aventuras de Buck, o privilegiado cão doméstico de uma família californiana. Em meio à febre do ouro, Buck é roubado de seu ambiente e contrabandeado para o Alasca. No caminho, sofre uma série de maus-tratos, até que encontra refúgio em uma irmandade de cães e, assim como os corajosos garimpeiros, vê-se na necessidade de se adaptar à vida selvagem. Buck entra em contato com sua natureza primitiva, em uma jornada de autoconhecimento, e redescobre seus instintos. O chamado da floresta, publicado no formato de folhetim em 1903, deu fama mundial a Jack London e é talvez o romance mais difundido da literatura norte-americana: entre uma e outra aventura em uma das paisagens mais hostis do globo, o leitor é levado a reavaliar seus princípios de civilidade, lealdade e liberdade.

---

Considerado por muitos como o melhor escritor americano, Jack London(foto), cujo primitivo nome era John Griffith Chaney, nasceu, na Market Street, em S. Francisco, Califórnia, no dia 12 de Janeiro de 1876. Era, segundo se pensa, filho ilegítimo de William Chaney, um astrólogo e jornalista ambulante, que abandonou a mãe de Jack, Flora, uma espírita, antes de ele nascer. Flora casou com John London, veterano da Guerra Civil, que se tinha mudado há pouco para S. Francisco, oito meses depois de Jack nascer. Jack só teve conhecimento das reais circunstâncias do seu nascimento aos vinte e poucos anos. Grande parte da sua juventude foi passada nas docas de Oakland, Califórnia.

Jack não teve grande formação escolar convencional. Frequentou a escola só até ao oitavo ano, embora fosse um leitor ávido, cultivando-se nas bibliotecas públicas, sobretudo na de Oakland, sob a tutela de Ina Coolbrith, que mais tarde havia de tornar-se no primeiro poeta laureado da Califórnia. Mais tarde (meados dos anos 1890) Jack voltou à escola secundária, que concluiu. E por fim conseguiu ser admitido na Universidade de Berkeley, mas apenas a frequentou durante seis meses por achar que aquilo não era "suficientemente vivo" e que era "uma busca sem paixão de inteligência sem paixão".

As suas vastas vivências incluíram as de trabalhador manual, operário fabril, apanhador de ostras clandestino na baía de S. Francisco, elemento da Guarda Fiscal das Pescas da Califórnia, marinheiro, trabalhador eventual dos caminhos de ferro e prospector de ouro (no Klondike em 1897-1898). Ainda adolescente, participou na famosa marcha do Coxey’s Army sobre Washington D.C., e mais tarde foi preso por vagabundagem no Erie County, Nova Iorque. Como jornalista, Jack cobriu a Guerra Russo-japonesa para os jornais Hearst em 1904, e em 1914 cobriu a Revolução Mexicana para o Collier.

Foi durante as suas viagens por todo o país que tomou contacto com o socialismo, que se tornou por muitos anos o seu Santo Graal. Passou a ser conhecido como o "Jovem Socialista de Oakland" por causa das suas intervenções públicas inflamadas. E realmente, candidatou-se várias vezes, e sem sucesso, a Mayor de Oakland pelo Partido Socialista.

Em 1900, Jack casou com a sua tutora de Matemática e amiga Bess Maddern. Foi um casamento vitoriano, característico da época, baseado na "boa educação" e não no amor. De Bess teve duas filhas — Joan e Bess ("Becky"). Logo depois da sua separação de Bess em 1903, casou com a secretária, Charmian Kittredge, que ele considerava a sua "Parceira" e com quem ele encontrou o verdadeiro amor. Juntos, eles jogaram, viajaram, escreveram e gozaram a vida. O seu único filho, Joy, só viveu trinta e oito horas.

Em 1907, com a segunda mulher, Charmian, Jack navegou no Pacífico, em direcção aos Mares do Sul, no Snark, o que veio a servir de base para o seu livro The Cruise of the Snark. Com Charmian a seu lado, também arranjou o seu "Beauty Ranch" em 1400 acres de terra em Glen Ellen, Califórnia.

Antes de morrer aos quarenta anos, em 22 de Novembro de 1916, Jack já tinha sido flagelado durante anos por grande número de problemas de saúde, incluindo perturbações de estômago, uma devastadora uremia e mau funcionamento de rins. A certidão de óbito atesta que morreu de uma intoxicação urémica.

Jack era uma das pessoas mais conhecidas do seu tempo. Nas suas conferências defendia o socialismo e o direito ao voto das mulheres. Foi também uma das primeiras celebridades usadas para promover produtos comerciais, como o sumo de uva e os fatos para homem.

O excepcional brilhantismo do jovem Jack London bem como a sua personalidade optimista e alegre combinaram-se, por fim, para transformar as suas muitas vivências numa filosofia prática de serviço e sobrevivência. Para os seus leitores ele tornou-se a personificação das virtudes e dos ideais do americano do virar do século e foi o primeiro escritor das classes trabalhadoras com sucesso.

Uma vez decidido a tornar-se um escritor de sucesso, os hábitos de trabalho de Jack, bem como as suas capacidades inatas catapultaram-no para muito mais alto do que os seus pares tanto na fama como no proveito. Seguindo um regime de escrita muito rigoroso de 1000 palavras por dia, conseguiu produzir uma enorme quantidade de obras de alta qualidade num período de dezoito anos.

Jack tornara-se o autor americano mais vendido, mais bem pago e mais popular do seu tempo. Era prolífico: cinquenta e um dos seus livros e centenas dos seus artigos tinham sido publicados. Tinha escrito milhares de cartas. E muitas outras obras foram já publicadas postumamente. Entre os seus livros mais notáveis encontram-se O Chamado da Floresta (originalmente intitulado The Sleeping Wolf), Gente do Abismo(um tratado sociológico sobre os bairros pobres de Londres, Inglaterra), John Barleycorn, Martin Eden e The Star Rover. O seu conto Fazer uma Fogueira é considerado um clássico. As suas obras foram traduzidas em várias dúzias de línguas e continuam até hoje a ser lidas em todo o mundo.
Este génio literário americano retratou compassiva e brilhantemente a sua vida e o seu tempo, bem como as intermináveis lutas do homem e da natureza. Milhões de leitores ávidos emocionaram-se com as suas histórias de aventura. Escritores e pessoas empenhadas no social inspiraram-se na sua prosa sincera. Contudo, muitas das suas vivências foram mais excitantes do que a sua ficção.

---

Excelente livro , não tenho certeza se já foi adaptado para o cinema. Recomendo a tradução da Editora Ática , que tem o texto integral e ainda uma biografia de Jack , ou Jonh , se preferirem... o texto tem cerca de 100 páginas , dá pra se ler tranquilamente em uma semana. Eu recomendo a todos que gostam de uma boa literatura!



- Postado por: mutante às 17h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




A Página do Relâmpago Elétrico

 Outro review... este disco é um dos clássicos do Clube da Esquina.

Começamos com a faixa-título do disco , com bela batida de violão e linda letra.Depois "Maria Solidária" , que já foi até abertura de novela , com uma bela canção sobre uma mulher solidária(dããã!!) e um ótimo riff de guitarra. "Choveu" , a terceira faixa , tem música de Ronaldo Bastos e compara a terra quando chove aos olhos verdes.

"Chapéu de Sol" é uma bela faixa instrumental , com teclados , baixo e até uma flautinha(acho eu... :D). "Tanto" , a quinta faixa , é outra bela música combinada com uma letra poética!"Lumiar" , é uma de minhas favoritas... não sei porque , a letra me lembra o anarquismo. "levantar e fazer café\só pra sair caçar e pescar\e passar o dia\moendo cana". Excelente letra de Beto!

"Bandolim" é outra faixa instrumental de alta qualidade.Betinho usou e abusou dos instrumentais nesse disco."Nascente" , de Flávio Venturini e Murilo Antunes , clássica faixa , não preciso nem falar nada."Salve Rainha" tem a participação de Milton Nascimento no refrão.E pra terminar , o chorinho "Belo Horizonte" , de Godofredo Guedes , seu pai , arrebenta!O cavaquinho é lindo!!!

Acho que este review foi melhor que o do Legião...Falou gALLera!



- Postado por: mutante às 20h05
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Letras interessantes 13(interessantes tem 13 letras!Zagallo!)

Planeta Sonho - 14 Bis

Aqui ninguém mais ficará depois do sol
No final será o que não sei mas será
Tudo demais, nem o bem, nem o mal, só o brilho calmo dessa luz
O planeta calma será Terra,   o planeta sonho será Terra
E lá no fim daquele mar a minha estrela vai se apagar
Como brilhou, fogo solto no caos
Aqui também é bom lugar de se viver
Bom lugar será o que não sei mas será
Algo a fazer, bem melhor que a canção mais bonita que alguém lembrar
A harmonia será Terra,  a dissonância será be..la
E lá no fim daquele azul os meus acordes vão terminar
Não haverá outro som pelo ar
O planeta sonho será Terra,  a dissonância será be..la
E lá no fim daquele mar a minha estrela vai se apagar
Como brilhou, fogo solto no caos
O Planeta sonho será Terra, a dissonância...
--
Lumiar - Beto Guedes

Anda, vem jantar, vem comer, vem beber, farrear
até chegar Lumiar
e depois deitar no sereno
só pra poder dormir e sonhar
pra passar a noite
caçando sapo, contando caso
de como deve ser Lumiar

Acordar, Lumiar, sem chorar, sem falar, sem querer
acordar em lumiar
levantar e fazer café
só pra sair caçar e pescar
e passar o dia
moendo cana, caçando lua
clarear de vez Lumiar

Amor, Lumiar, pra viver, pra gostar, pra chover
pra tratar de vadiar
descançar os olhas, olhar e ver e respirar
só pra não ver o tempo passar
pra passar o tempo
Até chover, até lembrar
de como deve ser Lumiar

Anda, vem cantar, vem dormir, vem sonhar, pra viver
até chegar em Lumiar
Estender o sol na varanda... até queimar
só pra não ter mais nada a perder
pra perder o medo, mudar de céu, mudar de ar
clarear de vez Lumiar

 "Canta Maria , Maria , dança com seu corpo jovem pelo ar..."

 



- Postado por: mutante às 15h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________