Eu
BRASIL, Sudeste, SAO CAETANO DO SUL, SANTA MARIA, Homem, de 12 a 15 anos, Portuguese, English, Música, Livros, Cinema , Futebol , Internet e + Música
MSN - mutatismutante@hotmail.com


Arquivos

- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/11/2006 a 30/11/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/09/2006 a 30/09/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/08/2004 a 31/08/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004
- 01/05/2004 a 31/05/2004



Outros

- Artificial Flavored
- Brincando com Palavras
- Caldeirão do Mago
- Discoteca Básica
- Duro na Queda
- Jack Não Tá Fazendo Nada...
- Lulu On The Sky
- Metamorphoses
- Micha Descontrolada
- Museu de Tudo
- My Girl
- No Congelador
- Nós por Nós
- O Blog do Szum
- Observador
- Opiniões Femininas
- Paulamar
- PERNAMBAIANO
- Putz Putz
- Ramsés Séc. XXI
- Under Pressure
- Vivendo Um Dia De Cada Vez
- Uma Janela
- Antigas Ternuras
- Beijo!


Votação

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Visitas

Créditos

No More Tears®



Adeus Ano Velho...

O computador não voltou , não tive paciência e dinheiro para ir na LAN House e cá estou eu aqui , na casa de minha tia , entre um café e um jantar , postando no meu abandonado blog. Muito obrigado a todos que passaram por aqui neste último ano. Eu pretendia até fazer um post especial , mas a falta de tempo (à frente da tela , lógico) não me deixou fazer isso. A lista com os melhores discos nacionais de 2005 está pronta , mas só vou publicá-la ano que vem. E por falar em ano que vem , estou planejando algumas coisas novas , como a provável volta do Túnel do Tempo e do Blog Amigo e também um novo blog comunitário. Mas isso  não passa de especulação e a única coisa concreta para o próximo ano é que eu continuarei blogando aqui...

Queria perguntar onde está o meu presente de Amigo Secreto , já que o Zé Maria não publica mais seu blog... mas mesmo assim já fiquei muito feliz por ter ganho duas camisetas , uma bermuda , um disco do Emmerson Nogueira(o rei dos covers) e outro do gênio irlandês Damien Rice , O. Sem falar no duplo que eu dei para o meu pai , do Secos & Molhados. E ainda existem alguns por vir , sabe se lá de quem e onde.

Nesses tempos sem computador , ando vagabundeando(brincadeira...) , mas fazendo algumas coisas boas. Já li um livro sobre rádio , estou lendo o do Umberto Eco que ganhei no NPN e comprei hoje um do Neruda(Canto Geral) e o Estação Carandiru. E progredindo com o violão...

Quanto a ela , bem , eu já nem sei mais se é realmente ela que quero. Se ela se tocar em breve , até posso deixar surgir algo de novo. Mas nada de mais , está entendido? A filha do soprador já não significa tanto pra mim , é simplesmente mais uma bela canção do Damien Rice.  Obladi oblada  , the life goes on. E eu pergunto:"What I am to you?"(vulcão derruba sua lava).

Viajo amanhã ou sexta para o Guarujá , na casa da mesma tia que acolhe-me para esta postagem especial. Volto segunda ou terça para São Paulo e desço novamente para a Baixada na segunda semana do ano. Mas antes disso (tomara) devo aparecer por aqui e retribuir o carinho dos amigos que me visitaram nestes tempos "nebulosos"... 

Esta foto não é muito recente(setembro de 2005) , mas foi a melhor que encontrei no computador da minha tia. Quanto aos cabelos brancos , não se preocupem. Tinham acabado de jogar farinha em mim , era aniversário da minha irmã , a Bia.

Bom final de ano e boa "entrada" pra vocês. Um abraço!

Rolando na Vitrola:Fim De Ano(Francisco Alves)/Volcano(Damien Rice)/Cannonball(Damien Rice)/Eskimo(Damien Rice)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 18h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Amigo Secreto Virtual

Antes de tudo , gostaria de pedir desculpas a todos pela minha ausência nestes últimos dias. A culpa disso é meu computador ter quebrado segunda-feira. Creio que volto a postar na outra segunda , quando ele volta pra casa. Mas o post de hoje é na verdade feito pra comemorar o Amigo Secreto Virtual , organizado pelo Dilberto , do Morcegos.

A pessoa que eu tirei usa um pseudônimo pra postar , é do Rio de Janeiro , mangueirense , fluminense , falante e escritora. Adora poesia e brinca com as palavras. Pelo grau de parentesco , eu tirei a minha avó querida , a Márcia/Clarinha!!!!

E o meu presente pra ela é um pôr-do-sol. Sim , um pôr-do-sol. Clarinha , que a sua vida seja um eterno pôr-do-sol , que a gente observa e fica pasmo de tanta coisa bonita. Talvez isso não passe de um pouco de demagogia na visão de outros. Mas é muito sincero...  

Abraços desejando FELIZ NATAL pra todos. Obrigado galeraaaaaaaaaa!

Rolando na Vitrola:Computerworld(Kraftwerk)/2001(Mutantes)/Asa Branca(Luiz Gonzaga)/Silent Night(Damien Rice)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 14h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




O Padeiro Recomenda... - Edição XVII

Mut is tired...

Cotações:

-Ótimo
-Bom
-Mais ou Menos...
-Ruim
-Horrível

Música

Love - Forever Changes - 1967

Engraçado como a cada dia aparecem coisas antigas e tão boas assim. A julgar pela capa , seria um disco altamente psicodélico , com viagens comparáveis às de Hendrix. Ledo engano. Um disco com belas canções , um pouco de folk rock , comparável ao estilo de Neil Young(que foi quem idealizou o grupo). Destaques para "Alone Again Or" , "A House Is Not a Motel" e "You Set the Scene".

Estamos Adorando Tókio - Karnak - 2001

O Karnak , falecida banda de André Abujamra , fazia um som muito experimental. E por isso era tão bom. Este disco , de 2001 , contém pérolas como a marcha russa "Abertura Russa(arcaic version)" , a caipira "Juvenar" , o funk de "3 Aliens in LA" e a maluquice de "Zoo".

Cinema

S1MONE - Direção de Andrew Niccol - Com Al Pacino , Catherine Keener e Rachel Roberts - 2002

Um bom filme , que novamente explora o conflito homem vs. máquina , de uma maneira muito interessante. A história é a seguinte:Após a principal estrela de seu mais novo trabalho desistir do projeto, o produtor Viktor Taransky (Al Pacino) entra em desespero. Sem ter como deixar tudo a perder, Taransky decide criar secretamente Simone, uma atriz digital criada especialmente para o trabalho, substituindo uma de carne e osso. Mas o que Taransky não esperava era que Simone iria se tornar um sucesso mundial, sendo que todos desejam conhecê-la pessoalmente.

Abraços precisando de descanso... e o pior é que eu só fiz isso!

Café Pequeno:Three hours seem so now... I could to be one of these things first!

Rolando na Vitrola:You Set the Scene(Love)/Three Hours(Nick Drake)/Volcano(Damien Rice)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 21h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Na Pista!

Novamente eu não tenho assunto pra postar. E como qualquer blogueiro adolescente que não tem nada pra postar , coloco uma letra de música. Eu sei , eu sei , vocês abominam letras de música em posts. Mas fazer o quê , se eu não tenho assunto? Não , não estou a fim de fazer um post-happening , como os da Drika ou os do Mago no Miscelânea S/A. Até mesmo porque eu acho que eu não teria traquejo o suficiente para tal. Então tá. Vamos à música , que atualmente tem tudo a ver comigo... quer dizer , quase tudo... porque tudo mesmo não dá!

Na Pista
Herbert Vianna

É tão chato
O fato de não te ter
Não tentar, não saber nada
Ou quase nada de você

Ainda sigo ativo e grito
Digo: “help”, me ajuda aqui!
Mesmo em meu sabor antigo
Talvez eu possa te divertir

Não fique a se isolar de mim
Não me deixe assim tão só na pista

Se ainda souber como dizer sim
Reconstrua seus pontos de vista

Sonho que você também se repita
E me sirva sem culpa
Teu doce sabor!

Que eu possa ser eu
Sem te ver aflita
E seja você que insista
Em ser meu amor

Abraços felizes pelo Damien Rice!

Rolando na Vitrola:Dias Melhores(Jota Quest)/Eskimo(Damien Rice)

Café Pequeno:I'm lonely , so lonely. Na Na Na Na Na , everyday I love you more and more. Se "eu te amo" é "eu te adoro" envergonhado , então eu te adoro , .

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 21h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Assim Caminha a Humanidade...

Assim Caminha a Humanidade(Giant) - Direção:George Stevens. Com Rock Hudson , Elizabeth Taylor e James Dean - 1956

Um dos maiores filmes de todos os tempos , "Giant" fala sobre temas diversos num único filme , como racismo , feminismo , economia , corrida pelo petróleo e luta de classes. Na época de seu lançamento , inovou por seu tamanho(mais de 3 horas de filme) e estourou o orçamento , em US$ 3 milhões. O filme levou o Oscar de Melhor Direção , além de ter recebido outras 9 indicações , entre elas Melhor Filme e Melhor Ator(para Rock Hudson e para James Dean). A história é a seguinte:

Em 1923, Bick Benedict (Rock Hudson), um rancheiro texano, vai a Maryland para comprar um cavalo premiado e se apaixona por Leslie (Elizabeth Taylor), a filha do proprietário da fazenda. Eles se casam imediatamente e ela retorna com o marido para o Rancho Reata, Texas, onde Leslie vê apenas uma mansão no deserto no meio de 600 mil acres. Bick apresenta Leslie à sua irmã, Luz Benedict (Carroll Baker), uma mulher rude e solteirona que não vê com simpatia a chegada da cunhada.

Jett Rink (James Dean), um peão, leva Leslie para conhecer o rancho e ela fica chocada com a pobreza das famílias mexicanas e a precariedade dos alojamentos, pois assim vivem os que trabalham para Bick, que só usa o dinheiro para investir na pecuária. Leslie ajuda a cuidar de um recém-nascido de um empregado e decide se dedicar à melhoria das condições de vida dos pobres. O tempo passa e Bick e Leslie tem um belo casal de filhos, mas a vida do casal entra em total marasmo e, após uma discussão, Leslie vai com os filhos para Maryland. Sentindo saudades, Bick vai ao encontro da família e exatamente na sua ausência Luz cai do cavalo, leva um coice e morre.

Ao retornar a Reata, Bick se surpreende ao saber que no testamento Luz deixara sua parte nas terras para o rebelde e beberrão Jett. Bick propõe comprar de volta a parte dela mas Jett recusa, pois acredita que aquela terra o deixará rico. Um dia Leslie para na porta do rancho de Jett e este, amistosamente, a convida para entrar. Quando ela está indo embora pisa em um barro escuro e na hora Jett percebe a lama oleosa nos sapatos dela. Ele consegue dinheiro emprestado e começa a perfurar o solo, até que um dia jorra petróleo no local. Ao ver o que acontece ele toma um banho de petróleo e, com seu carro velho e amassado, vai até Reata para mostrar ao seu antigo patrão que agora ele também seria rico. Jett avisa que o petróleo irá acabar com a pecuária. Os anos passam e ele agora é um magnata do petróleo, dono da Jettexas Company, mas apesar de milionário ainda continua alcoólatra e a rivalidade entre Bick e Jett ainda existe...

Abraços cansados... e saudosos...

Café Pequeno:Acabou-se tudo... i wanna go home. Por favor me responde... alô alô W/Brasil. Farra... que tipo de farra? I can't take my mind off you...

Rolando na Vitrola:Blower's Daughter/Eskimo(Damien Rice)/The Night They Old Drove Dixie Down(Band)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 21h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Som Mutante:Os Melhores Discos Internacionais de 2005

Parafraseando Fernando Pessoa , "toda lista é ridícula. Mas afinal , só as criaturas que nunca fizeram listas é que são ridículas". Seguindo isso , Mutante faz sua lista de melhores discos de 2005 , uma lista estranha e que pode trazer arrependimentos. Mas é uma lista. Essa semana apresento os vencedores na categoria internacional. Semana que vem , os nacionais.

1-Arcade Fire - Funeral

"Funeral" é um disco estranho. Com sonoridade gélida e um pouco revivalista dos anos 80 , o grupo canadense fez o melhor disco de 2005 , visitando temas como mortes , rebeliões , mentiras e ilusões amorosas , no melhor estilo Leonard Cohen. A melhor faixa do disco:"Crown of Love".

2-Black Rebel Motorcycle Club - Howl

Se nos discos anteriores o BRMC soava como uma cópia do Jesus and Mary Chain , neste eles souberam suavizar isso injetando folk e gospel em seu som. A melhor faixa do disco:"Still Suspicion Holds You Tight".

3-Magic Numbers - Magic Numbers

O grupo britânico de dois casais de irmãos é uma das melhores coisas que surgiu esse ano. Pode-se dizer que é um Mamas & Papas versão século XXI , com algumas pitadas de Beatles fase Magical Mistery Tour , Bob Dylan e Teenage Fanclub. A melhor faixa do disco:"Mornings Eleven".

4-Kaiser Chiefs - Employment

É uma pena que esses caras de Leeds que fazem um puta som legal , emulando Jam e Who somado a um pouco de britpop e power-pop tenham perdido o Mercury Prize pros melosos do Antony & the Johnstons. Mas talvez seja melhor assim. Verdade seja dita: que são uma beleza faixas como "Everyday I Love You Less and Less" , "I Predict a Riot" e "Oh My God". Mas a melhor faixa do disco é a balada "Born to Be a Dancer"

5-Cowboy Junkies - Early 21st Century Blues

Esses daí já são velhos conhecidos. Os Cowboy Junkies , pra quem não se lembra , fizeram sucesso nos anos 80 com a cover de "Sweet Jane"(Lou Reed). E nesse disco eles traçam um belo painel de justamente covers , com uma só intenção: a paz. Entre elas , "One" , do U2 e "I Don't Wanna Be a Soldier" , de Lennon. A melhor faixa do disco:"Isn't a Pity"(George Harrison).

6-White Stripes - Get Me Behind Satan

Esse disco é o que a crítica vem chamando de "Exile on Main St." dos White Stripes. Não é pra menos... a dupla tirou um pouco do som pesado e injetou folk e country. Mas ainda é o bom e velho Led Zeppelin que impera sobre o disco. "Elephant" , do ano passado , era melhor , mas este também tem grandes sons. A melhor faixa do disco:"My Doorbell".

7-Tracy Chapman - Where You Live

Você se lembra de Tracy Chapman , que fez sucesso nos anos 80 com "Talkin' Bout a Revolution" e "Baby Can I Hold You"? Então. Ela está de volta , com ótimas canções e uma voz ainda mais potente. Entre canções de amor , como "Change" e "Love's Proof" , sobrou espaço para um pequeno protesto sobre a terra dos ianques , "America". A melhor faixa do disco:"America".

8-Van Morrison - Magic Time

Van Morrison deve ser conhecido por pouca gente. Vamos lá: no filme Patch Adams , há uma música dele , "Crazy Love". "Gloria" , dos Doors , é dele. "Have I Told You Lately" , de Rod Stewart , é dele. Comemorando 40 anos de carreira , Van volta com sua voz cada vez mais emocionante e sua jogada celta no jazz. Há um cover de Sinatra , "This Love of Mine" , mas é em "Just Like Greta" que o bardo irlandês solta a voz. A melhor faixa do disco:"Just Like Greta".

9-Clap Your Hands Say Yeah - Clap Your Hands Say Yeah

O CYHSY é uma banda que representa pra 2005 o hype que foi montado em cima do Arcade Fire em 2004. Diretamente influenciados pelo lado mais sombrio do Velvet Underground , esses caras fazem um baita som inteligente. A melhor faixa do disco:"Over and Over Again".

Confessions on a Dance Floor

10-Madonna - Confessions on a Dance Floor

E não é que a rainha do pop voltou ao trono? Depois de um sumiço com o fracasso "American Life" , Madonna chega ao topo das paradas com esse disco novo , totalmente dançante e feito para as pistas. Usando samplers de Abba , Donna Summer e Giorgio Moroder , o disco já tem um hit , a ótima "Hung Up". A melhor faixa do disco:"Hung Up".

Abraços tristes!

Café Pequeno:A morte de Liô Mariz , do Som da Rua , deixa a cena roqueira brazuca sem uma de suas grandes promessas. Não há palavras para descrever sua morte tão breve , com 23 anos. Onde quer que ele esteja , que receba as melhores intenções possíveis deste fã adolescente de seu trabalho. "E o que me fez chorar , foi que esse ano já passou..."

Rolando na Vitrola:O Que Se Chama/Ninguém Aqui(Som da Rua)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 22h01
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Minuto Literário:Balada de um Solitário

Após um longo tempo de recesso , decidi contar uma pequena história hoje. Confesso que não está muito boa , mas não consigo expressar direito o que senti naquele momento. Como diz Elton John , "it's so strange this feeling".

Balada do Solitário

Movido por segundas intenções de um amigo , fui à minha primeira "balada". Na verdade não só pelas intenções dele , mas também pelas minhas de não querer ficar sentado à frente do computador durante uma noite inteira e de conhecer este estranho mundo. Tá certo que era na casa de um amigo , aniversário do cara e tal , mas mesmo assim aquilo era um outro mundo.

Chegando na festa , percebi que aquilo não ia dar muito certo. A música do local não tinha nada a ver comigo. Era o famoso "puts-puts". Mas , apesar de tudo , dancei. E nunca tinha dançado como lá. Ok , convenhamos que eu trombei umas dez vezes com a mesma pessoa. Mas tirando isso , foi muito bom.

Já o meu amigo , após uma semana de negociações com a menina(que envolveu muita lábia do escritor) , ficou numa embromação total. Até que pressionado pela "multidão" , ficou com a garota. Os dois têm muito em comum. A pele , os cabelos , os olhos , os gostos. Dançaram juntos a noite inteira. E foi nessa hora que eu percebi que era um sozinho no mundo.

É , sozinho sim. Por que não? Depois da hora das músicas antigas , quando eu me diverti até morrer de exaustão dançando à la Bee Gees , Village People e outros , vieram as danças em pares. Ou seja: forró , valsa(uma valsa eletrônica , mas valsa) e coisas do tipo. Todo mundo dançando , seja homem com homem , mulher com mulher , vale tudo. E eu sentado no chão , pensando nela... que não tinha sido convidada.

Talvez seja meu destino. Ficar sozinho. Ela não toma uma decisão , não ata nem desata e eu aqui sofrendo e rindo , seguindo meu caminho. Como disse uma amiga certa vez , "o destino nos manda pessoas erradas primeiro para que quando chegue a certa , nós tenhamos certeza de que é ela mesmo". Eu não tenho certeza do que faço hoje , mas sigo a máxima do poetinha.

Abraços se acostumando com as férias.

Rolando na Vitrola:Sweet Emotion(Aerosmith)/Eu Não Consigo Ser Alegre o Tempo Inteiro(Wander Wildner)/Partners(RPM)

Café Pequeno:Mais um ano se passou e eu nem sequer ouvir falar seu nome. Procuro encontrar , não sei onde está você. Você. A lua e eu... Tick tick tock , it's a quarter to two and I'm done I'm hanging up on you. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 17h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Diários de Busão:Bon Bini a Hopi Hari!

Bem... conforme já dito anteriormente , a série Diários de Busão visa contar as histórias idiotas que acontecem nestes veículos tão peculiares que levam os alunos pra qualquer lugar. Atualmente estamos iniciando o volume Hopi Hari 2005... em frente!

Hopi Hari 2005 - Parte I

Pra começo de conversa , esse Hopi Hari foi o mais aguardado e o mais adiado. Sim , adiado , por que não? Depois de ter acordado às seis da manhã e pegado chuva pra ir a pé até a escola , os caras disseram que o passeio foi adiado pra semana que vem. Taca de todo mundo ir pra casa e voltar com novos lanches na semana seguinte.

Ah , os lanches. Tinha de tudo... até um cara com uma Sprite mais quente que chá saído da chaleira e pedaços de pizza de anteontem e esfihas de carne de ontem. Sem falar nos pães-de-mel totalmente "melados" da marmitex do Mutante aqui. Mas isso é assunto pra mais tarde.

O nosso ônibus era um acúmulo de coisas boas... um verdadeiro busão , com direito a entrada no meio e um banheiro no meio do ônibus. Ainda tinha um rádio que tava com o leitor defeituoso , um CD riscado e um motorista meio bebaço que em vez de vir por dentro de São Caetano deu a volta em Santo André. Mas como diziam os Beatles , "obladi oblada , a vida continua". E busão em frente , que atrás vem gente.

(No post que vem eu prometo uma foto decente da galera...)

Abraços sem nada por fazer... TÔ DE FÉRIAS!

Rolando na Vitrola:Man on the Moon(REM)/Me and Will McGee(Janis Joplin)/Sweet Emotion(Aerosmith)/Blower's Daughter(Damien Rice)

Café Pequeno:Qual a combinação perfeita de um avoado , dois pais preocupados , um amigo diabético e uma prova sem noção? A manhã que o Bruno passou foi quase isso... é só você que tem a cura pro meu vício de insistir nessa saudade que eu sinto...

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 23h16
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Let It Be & Abbey Road

Let It Be - The Beatles - 1970

Após o "Álbum Branco" , a barra começava a pesar. Se a morte de Brian Epstein tinha sido um pequeno problema , ele começava a se agravar depois de 1968. Além de não se aguentarem mais , os Beatles ainda enfrentavam o problema de não saberem mexer com orçamentos e etc. na hora de acertar as contas da Apple. A solução proposta por Paul foi eles fazerem um disco ao vivo , com material inédito. Acabou não sendo bem isso... Phil Spector , renomado produtor americano , pegou as matrizes do disco original e fez um disco novo , chamado "Let It Be". A versão original do disco está em "Let It Be... Naked!" , lançado por Paul em 2003.

"Let It Be" , o disco , é um dos mais renegados de toda a história do rock. É o disco mais cru e roqueiro dos Beatles e também um dos mais "sentimentais" , por assim dizer. "Two of Us" era uma bonita canção , que ficava na cabeça devido ao refrãozinho "Runaway Home" , tal como o mantra indiano de Across the Universe("Jai guru deva om").  "I Me Mine" , de George , detonava qualquer dúvida que ainda restasse que ele era um excelente compositor. Composta durante uma viagem de LSD , reflete sobre o ego e o eu de cada um.

Sem falar na atmosfera blues que aparece em "I've Got a Feeling" e em "Dig a Pony" , nas vinhetas compostas por todo mundo("Maggie Mae" e "Dig It") e nas duas melhores músicas do disco , "Get Back" , com um toque country-rock e "Let It Be" , uma bonita balada. Mas é na tristonha "The Long and Winding Road"  , de Paul , que o disco alcança seu auge. Apesar das firulas de Phil Spector(como o coro de senhoras) , a música mata pela sua singeleza melódica e por sua letra metafórica , que de certo modo falava sobre o fim dos próprios Beatles. "Let It Be" , se não é o melhor disco dos Beatles , pelo menos é o mais puro deles e o mais verdadeiro.

Let It Be - 13º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(guitarra e vocais) , Paul McCartney(baixo e vocais) , George Harrison(guitarra e vocais) e Ringo Starr(bateria e vocais). Produção de Phil Spector e George Martin. Tracklist:Two of Us , Dig a Pony , Across the Universe , I Me Mine , Dig It , Let It Be , Maggie Mae , I've Got a Feeling , One After 909 , The Long and Winding Road , For You Blue e Get Back.

Abbey Road - The Beatles - 1969

"Abbey Road" é o disco de despedida dos Beatles. Se o clima já estava pesado ao final das gravações do "Álbum Branco" , aqui , depois das fracassadas tentativas de se fazer um disco ao vivo - o chamado "Get Back" , que virou depois , nas mãos de Phil Spector , "Let It Be" - era quase instável. Mas mesmo assim é um grande disco , com Macca e Lennon competindo pra ver quem era melhor e Harrison enfim tendo seu valor reconhecido pelos outros. Era um disco de duas faces:o lado A tinha canções mais roqueiras e curtas , para agradar a Lennon; o lado B era mais uma ópera pop que se estendia por mais de dez minutos , mais ao gosto de McCartney.

O disco abria-se com "Come Together". Se algum dia os Beatles fizeram algo que chegasse perto do funk , foi aqui. A cozinha de baixo e bateria mesclada à letra enigmática de Lennon são a prova disso. "Something" , de Harrison , provou que ele não era apenas um complemento às composições dos dois , como muita gente pensava. Com uma grande perfomance de guitarra , a faixa é , com 90% de certeza , a melhor do disco.

"Maxwell's Silver Hammer" , de Macca , parecia uma continuação do que já tinha sido feito em boa parte de "Sgt. Pepper's". Uma música que tem a grandiloquência dos musicais da Broadway e não chega nem perto da qualidade de outras de Macca , como "Oh! Darling" , grande canção que passa perto do blues e é dedicada a John , na época tão ocupado com Yoko que se afastava dos estúdios(tanto que não participa desta música).

"Octopus's Garden" era a prova que Ringo não era somente o baterista mais sortudo do planeta. Apesar das colaborações não creditadas de Harrison , é a melhor música de Ringo nos Beatles , até por culpa da pouca frequência de gravação de Ringo. Fechando o lado A , o grito primal de "I Want You(She's So Heavy" , o protesto de Lennon aos críticos que diziam que Yoko estava acabando com os Beatles. Bem... ela acabou mesmo com eles , mas pelo menos ficou uma grande canção de Lennon.

No lado B , outra grande música de Harrison , "Here Comes the Sun". Após uma série de brigas com os Beatles no inverno de 1969 , George decidiu ir à casa de Clapton uma tarde e , com o violão debaixo do braço e o sol ao fundo , fez uma de suas obras-primas. "Because" , de John , é uma bonita canção de amor , sem a participação de Ringo , já que não há bateria na música. "You Never Give Me Your Money" é uma acusação de McCartney a Alain Klein , empresário que roubando os Beatles enquanto dirigia a Apple. E pra fechar a parte de músicas únicas no disco , "Sun King" , uma música estranha de Lennon , muito influenciado pela música indiana.

A ópera-pop de Macca é aberta com "Mean Mr. Mustard" , de Lennon , uma boa canção composta na Índia e que quase entrou no "White Album". Em sequência , uma homenagem a Linda McCartney em "She Came in Through the Bathroom Window" , uma bonita canção ensolarada em "Golden Slumbers"(que seria cantada com maestria por Elis Regina no disco "Ela" , de 1971) e cuja continuação seria "Carry that Weight" , onde George/Paul/John solam na guitarra e Ringo faz seu único solo de bateria. É o início da despedida , que viria com "The End". E pra fechar , uma faixa escondida de menos de meio minuto , onde Macca canta que "sua majestade é bonitinha , mas não tem nada a dizer".

"Abbey Road" ficou marcado por várias coisas. Primeiro , por sua capa , com os FabFour atravessando a rua(que foi copiada pelo Echo & The Bunnymen na capa de sua coletânea "Songs to Learn and Sing") , segundo pela cada vez mais presente individualidade de cada um deles e terceiro porque , apesar de ser o último disco a ser gravado , foi o penúltimo a ser lançado. Mas como diz o padeiro , "o sonho não acabou".

Abbey Road - 12º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(guitarra e vocais) , Paul McCartney(baixo , guitarra , piano e vocais) , George Harrison(guitarra e vocais) e Ringo Starr(bateria e vocais). Participação especial de Billy Preston(órgão). Produção de George Martin. Tracklist:Come Together , Something , Maxwell's Silver Hammer , Oh" Darling , Octopus's Garden , I Want You(She's So Heavy) , Here Comes the Sun , Because , You Never Give Me Your Money , Sun King , Mean Mr. Mustard , Polythene Pam , She Came in Through the Bathroom Window , Golden Slumbers , Carry That Weight , The End , Her Majesty.

Abraços pensativos e satisfeitíssimos com a semana especial Beatles.

Rolando na Vitrola:Blower's Daughter(Damien Rice)/A Lua e Eu(Cassiano)

Café Pequeno:Eu sei que há dias não sai nada que preste do café pequeno. Mas também , o que eu posso fazer se estou mutante , em certas horas amargo demais , em outras tão doce que o café fica melado? And so it is... I CAN'T TAKE MY MIND OFF YOU! Será que é tão difícil você entender isso?

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 22h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Magical Mystery Tour & White Album

Magical Mystery Tour - The Beatles - 1967

Se "Sgt. Pepper's" era uma revolução psicodélica ,"Magical Mystery Tour" era a confirmação que a revolução havia dado certo. "Magical Mystery Tour" é o disco mais psicodélico dos Beatles e também o que tem mais hits na média. É a trilha sonora do terceiro filme deles , com o mesmo nome.

A faixa-título funciona como um convite ao disco("A turnê mágica e misteriosa/Está esperando pra te pegar") , com destaque para a forte pegada de Ringo na bateria. "Fool On the Hill" , de Paul , renova sua qualidade como compositor de baladas e melodias tristes , falando sobre solidão , revisitando o tema de "Nowhere Man". Aqui está também a melhor de música de John enquanto nos Beatles , "Strawberry Fields Forever" e seu lado b no maior compacto de todos os tempos , "Penny Lane".

Este disco marca também a última parceria de Macca e Paul em "Hello Goodbye" , um rockinho um pouco nostálgico. Um pouco de nostalgia também surge com "Baby You're a Rich Man" e em "Your Mother Should Know".  Harrison aparece com "Blue Jay Way" , uma de suas composições menos conhecidas e mais estranhas. "I Am The Walrus" é uma grande canção , com letra nonsense e colagens de sons , com um belo resultado.

Ainda houve tempo pra registrar uma parceria instrumental dos quatro , "Flying" e uma das mais belas canções sobre amor de todos os tempos , "All You Need Is Love" , com introdução copiada do hino francês e finalizando com uma citação a "She Loves You" , de Paul. "All You Need Is Love" talvez seja a melhor música do disco , seja pelo sua temática e simplicidade("Tudo o que você precisa é amor") ou pela sua bela melodia , misturando instrumentos de rock com uma orquestra e participação de um monte de gente boa junto , como Keith Richards , Eric Clapton , Marianne Faithfull , Mick Jagger , Keith Moon e Graham Nash , todos fazendo backing vocals.

Ao contrário de "Sgt. Pepper's" , "Magical Mystery Tour" não tinha tema definido. E talvez seja isso o que faça deste disco um dos melhores da carreira dos Fab Four , apesar de ser um pouco esquecido por causa justamente do estrondo que seu predecessor fez e do estrondo ainda maior que faria seu sucessor , o chamado Álbum Branco...

Magical Mystery Tour - 9º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(vocais e guitarra base) , George Harrison(backing vocals e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin. Participações especiais de Keith Richards , Eric Clapton , Marianne Faithfull , Mick Jagger , Keith Moon e Graham Nash em "All You Need Is Love" , como backing vocals. Tracklist:Magical Mystery Tour , The Fool on the Hill , Flying , Blue Jay Way , Your Mother Should Know , I Am The Walrus , Hello Goodbye , Strawberry Fields Forever , Penny Lane , Baby You're a Rich Man , All You Need Is Love.

The Beatles(White Album) - The Beatles - 1968

O chamado "Álbum Branco" dos Beatles é fundamental pra conhecer o som deles. É também o mais experimental de todos os discos , o mais longo e o mais diversificado. Foi ele que , tecnicamente falando , "destruiu" os Beatles , que se desgastaram muito durante as gravações de um álbum duplo(chegando a momentos que Paul foi tocar bateria , como na irônica "Back in the USSR").

Lennon mostra sua veia baladística em "Dear Prudence"(dedicada à irmã de Mia Farrow que esteve com os Beatles na Índia) e "Julia"(dedicada à sua mãe) , celebra o culto aos Beatles em "Glass Onion" , é influenciado por Stockhausen e os músicos concretos na zoneira de "Revolution #9" , enfrenta a juventude francesa do Maio de 68 em "Revolution" , brinca com o mito histórico de Buffalo Bill em "The Continuing Story of Bungalow Bill" , reflete sobre a felicidade em "Happiness is a Warm Gun" , aniversaria em "Birthday" , ironiza os bluesman britânicos como os Yardbirds em "Yer Blues" ,  rivaliza com Syd Barrett em "Cry Baby Cry" e bota as crianças pra dormir na versão de Ringo para "Good Night".

Paul , enquanto isso , fazia muito barulho com a pré-metaleira "Helter Skelter"(que depois seria usada com desculpa pelo assassino Charles Manson para seu crime e resgatada no fim dos anos 80 numa magistral versão do U2) , cantava pra crianças em "Obladi-Oblada" , dedicava uma canção à sua cachorra em "Martha My Dear" , voltava às bonitas baladas na ecologia de  "Blackbird" , ousava na selvagem "Why We Don't Do It In The Road" e retornava ao tema natureza em "Mother Nature's Son".

George novamente tinha pouco espaço , com duas músicas em cada LP. Mas como nunca antes ele tinha grandes composições , como "Long Long Long" , "Savoy Truffle"  , a estranha "Piggies" e a melhor delas , "While My Guitar Gently Weeps" , um recado a seus companheiros John e Paul , que começavam a entrar em conflitos e que tinha a participação especial de Eric Clapton na guitarra. Já Ringo mostrava uma composição sua em "Don't Pass Me By" e cantava "Good Night" , de John , ao final do disco.

Normalmente , quando um artista nomeia um disco com seu nome , ou é porque está em seu disco de estréia ou porque vai mudar muito seu som , dando uma guinada na sua carreira. Essa opinião foi formada a partir deste "The Beatles" , chamado pelos fãs de "Álbum Branco" devido à sua capa quase toda branca. É o disco mais esquisito dos Beatles , mas também um dos mais cultuados e o mais vendido deles(segundo pesquisa da RIAA , vendeu até 2000 19 milhões e 200 mil cópias).

The Beatles - 10º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(orgão ,  guitarra , baixo , sax e vocais) , Paul McCartney(baixo , flauta , guitarra , percussão , piano e vocais) , George Harrison(orgão , guitarra , violino e vocais) e Ringo Starr(bateria , piano , percussão e vocal). Participações especiais de Eric Clapton(guitarra em "While My Guitar...") , Yoko Ono(backing vocals em "Revolution #9") e Billy Preston(orgão). Produção de George Martin.Tracklist:Back in the USSR , Dear Prudence , Glass Onion , Obladi Oblada , Wild Honey Pie , The Continuing Story of Bungalow Bill , While My Guitar Gently Weeps , Happiness is a Warm Gun , Martha My Dear , I'm So Tired , Blackbird , Piggies , Rocky Raccoon , Don't Pass Me By , Why Don't We Do It In The Road? , I Will , Julia , Birthday , Yer Blues , Mother Nature's Son , Everybody's Got Something to Hide Except Me and My Monkey , Sexy Sadie , Helter Skelter , Long Long Long , Revolution , Honey Pie , Savoy Truffle , Cry Baby Cry , Revolution 9 , Good Night.

Abraços pensativos... e um pouco inspirados , se possível.

Rolando na Vitrola:Blower's Daughter(Damien Rice)

Café Pequeno:E tudo acaba em pizza. And so it is , just like you said. What could I do if i can't take my mind off you?

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 21h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Revolver & Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band

Revolver - The Beatles - 1966

"Revolver" é um discaço , que não deixa qualquer dúvida sobre a genialidade dos Beatles. A evolução do som é cada vez mais evidente e outro fator que contribui para isso foi o fim de turnês. Isso mesmo! Os Beatles não faziam mais turnês desde 1965 , quando fizeram , entre outros , o antológico show no Shea Stadium , nos Estados Unidos.

A faixa de abertura , "Taxman" , é uma das melhores da carreira de Harrison , e fala sobre os impostos abusivos cobrados na Inglaterra , com destaque para a levada de guitarra de Harrison(copiada por músicas como "The Entretainer" , do Jam e "Longe de Tudo" , do IRA!"). Já "Eleanor Rigby" , de Paul , é dona de um sensacional arranjo de cordas e surpreende pelo lirismo.

O disco ainda reúne grandes canções , como as baladas "Here , There and Everywhere" e "For No One" , a infantil "Yellow Submarine" , a indiana "Love To You" e os rocks acelerados de "I Want to Tell You" , "Doctor Robert" , "She Said , She Said" e "Got To Get Into My Life".

Mas o que prova mesmo a genialidade do conjunto é a última faixa , "Tomorrow Never Knows" , que mistura citações do "Livro da Vida" com efeitos eletrônicos primitivos(como o que distorce a voz de Lennon) , chegando a uma sonzeira "psicodélica" e que previa muitas coisas...

"Revolver" recentemente subiu nas cotações dos críticos musicais , isto é , foi reestimado pela crítica e chegou a ser considerado o melhor disco dos Beatles em certos anos atrás , ganhando de "Sgt. Pepper's". Mas isso é já parte de um próximo texto.

Revolver - 7º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(vocais , percussão e guitarra base) , George Harrison(backing vocals , cítara e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo , baixo-fuzz , piano e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin. Tracklist:Taxman , Eleanor Rigby , I'm Only Sleeping , Love You To , Here There And Everywhere , Yellow Submarine , She Said She Said , Good Day Sunshine , And Your Bird Can Sing , For No One , Doctor Robert , I Want to Tell You , Got to Get You Into My Life , Tomorrow Never Knows.

Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band -  The Beatles - 1967

"It was twenty years ago today/Sgt. Pepper taught the band to play". Era assim que se abria "Sgt. Pepper's" , o maior disco de todos os tempos segundo críticos(há controvérsias). Em junho de 1967 , houve uma revolução , sem armas ou conflitos. Era uma revolução de sons e palavras , causada pelo disco dos Beatles. Como nunca , os Beatles decidiram fazer uma obra-prima. Precedido pelo excelente compacto "Strawberry Fields Forever/Penny Lane" e que já dava idéia do que viria por seguir.

É uma obra marcada por um tom circense , como pode se ver na faixa-título , com sons de picadeiro. "With a Little Help from My Friends" é uma canção sobre a amizade e esconde uma das melhores letras de Lennon , tal como "Lucy In The Sky With Diamonds" , que é sobre um desenho de Julian e tem um conjunto letra/música totalmente psicodélicos.

O resto disco vai na mesma toada , como "She's Leaving Home" , com tons barrocos e que fala sobre rebeldia , a homenagem de Paul a seu pai em "When I'm Sixty Four" , novamente influências indianas na música de Harrison , "Within You Without You" , a acelerada "Lovely Rita" , ou a matinal "Good Morning Good Morning".

Mas tal como em "Revolver" , é a última música que surpreende. "A Day in the Life" é uma das melhores músicas da parceria entre Paul e John. Tocado pela morte de um amigo , Lennon fez a primeira parte da música e Paul ofereceu alguns versos para que a música ficasse completa , com direito aos solos de guitarra de George e um intervalo de quarenta e dois segundos passando do completo silêncio ao barulho mais completo , que teve de ser gravado com uma orquestra.

"Sgt Peppers" talvez seja mesmo o melhor disco de todos os tempos , mas há quem diga que "Pet Sounds" , dos Beach Boys , seja melhor. Nem tanto pelas canções , mas pelo impacto que fez na música da época , mereça essa láurea. Mesmo assim , a carreira deles ainda não havia acabado e outros discos excelentes seriam gravados... assunto que ficará pra amanhã.

Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band - 8º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(vocais e guitarra base) , George Harrison(backing vocals , cítara e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo , piano e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin e participação da London Symphony Orchestra em várias faixas. Tracklist: Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band , With a Little Help With My Friends , Lucy in the Sky With Diamonds , Getting Better , Fixing a Hole , She's Leaving a Home , Being for the Benefit of Mr. Kite , Within You Without You , When I'm Sixty Four , Lovely Rita , Good Morning Good Morning , Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band , A Day In the Life.

Abraços cansadões pelo Hopi Hari - mas muito felizes...

Rolando na Vitrola:Seven Nation Army(Remix)/Bryter Layter(Nick Drake)/Why We Don't Do It On The Road?(Beatles)/Vamos Passar a Noite de Galera(Bidê ou Balde)

Café Pequeno:Em breve , as aventuras do Hopi Hari nos Diários de Busão...

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 22h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Help! & Rubber Soul

Help! - The Beatles - 1965
(Este review é dedicado a Yvonne , do Nós Por Nós)

Se "Beatles for Sale" era o fim da Beatlemania , "Help!" , o disco em seguida , é um atestado que finalmente havia evolução no som dos Fab Four. "Help!" é o nome do segundo filme dos Beatles e também da faixa de abertura deste disco , influenciada pelo som folk de Dylan e pelos vocais dos Beach Boys. A influência de Dylan também aparece em "You've Got To Hide Your Love Away" , uma homenagem de Lennon ao empresário do grupo , Brian Epstein , que era judeu e homossexual.

Se Lennon tinha seus destaques em duas canções folk , McCartney vinha com dois dos maiores sucessos do grupo , a balada rock "Ticket to Ride" e a balada romântica "Yesterday" , uma das músicas mais executadas de todos os tempos e também uma das mais belas canções de amor. Já Harrison , se não atingia a classe da dupla , pelo menos mostrava serviço , em duas boas canções , "I Need You" e "You Like Me Too Much".

E ainda sobrou espaço , novamente , para os infalíveis covers. "Act Naturally" é cantada pelo "Lennon alemão" , quer dizer , o Ringo e influenciou em tese a faixa de abertura de "Rubber Soul" , "Drive My Car". "Dizzy Miss Lizzie" , o outro cover , é um rock'n roll ensandecido , cantado por Lennon e que segue a linha de "Twist and Shout". "Help!" é um ótimo disco e talvez seja o melhor que eles produziram até então. Mas em dezembro de 1965 , viria Rubber Soul...

Help - 5ºdisco dos Beatles. Beatles é John Lennon(vocais e guitarra base) , George Harrison(backing vocals e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin. Tracklist:Help ,The Night Before , You've Got To Hide Your Love Away , I Need You , Another Girl , You're Gonna Lose That Girl , Ticket to Ride , Act Naturally , It's Only Love , You Like Me Too Much , Tell Me What You See , I've Just Seen a Face , Yesterday , Dizzy Miss Lizzy.

Rubber Soul - The Beatles - 1965

"Rubber Soul" é um disco diferente. A começar por sua capa , que em vez da imagem de bons moços , mostrava os Beatles com cara de "chapados" , segundo George Harrison. Outro fator importante no som desse disco foi a descoberta de novos sons , seja George tocando cítara em "Norwegian Wood" ou Paul tocando baixo-fuzz em "Think for Yourself".

Além disso , pode se ver uma evolução temática em "Nowhere Man" , primeira composição de Lennon/McCartney que não falava de amor , influenciados por(novamente) Dylan e pelos Byrds(principalmente em "If I Needed Someone" , de George").

No mais , um excelente disco , com baladas pop , como "Girl" , que foi cantada pelo público jovem brasileiro como "Meu Bem" , na voz de Ronnie Von" ; "Michelle" , feita por Paul em homenagem a um caso que teve na França e uma das mais belas canções de amor de todos os tempos e rocks como "Drive My Car"(Paul) , "You Won't See Me"(Paul) , um country rock de parceria Lennon/Macca/Ringo e a melhor música do disco , "In My Life"(John) , com um belo arranjo de piano e letra sensacional.

"Rubber Soul" é o melhor disco da primeira metade da carreira dos Beatles(1960-1965)e um dos maiores de todos os tempos(ficou em 5º lugar na votação da revista Rolling Stone sobre os melhores discos de todos os tempos , em 2000).Talvez seja melhor que "Revolver" , altamente cotado pela crítica internacional. Mas isso é assunto para amanhã.

Rubber Soul - 6º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(vocais e guitarra base) , George Harrison(backing vocals , cítara e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo , baixo-fuzz , piano e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin. Tracklist:Drive My Car , Norwegian Wood , You Won't See Me , Nowhere Man , Think for Yourself , The Word , Michelle , What Goes On , Girl , I'm Looking Through You , In My Life , Wait , If I Needed Someone , Run for Your Life.

Abraços mui felizes... e novamente ansiosos!

Rolando na Vitrola:Rollover DJ(Jet)/I'm Looking Through You(Beatles)/Rock'n Roll All Nite(Kiss)

Café Pequeno:Está tudo muito confuso pra mim hoje. Mas eu queria fazer somente uma retificação sobre o assunto "Padeiro Recomenda" do dia 4/12. Eu reconheço a genialidade de todos dentro dos Beatles , e admiro Paul , George e Ringo tanto como John. Aquela classificação remetia apenas a quem é melhor do que quem. Às vezes temos que fazer listas e "disputas" , por mais infelizes que sejam. E eu fui infeliz nessa lista. Mas nada melhor que as palavras de John para encerrar o assunto:"Imagine todas as pessoas vivendo a vida em paz...você pode me achar um sonhador. Mas eu não sou o único!".

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 18h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




A Hard Day's Night & Beatles for Sale

A Hard Day's Night - The Beatles - 1964

Após estourarem nos Estados Unidos , com "I Wanna Hold Your Hand" , fazerem uma série de apresentações no Ed Sullivan Show e conhecerem Bob Dylan , os Beatles começavam a sofisticar seu som neste disco de 1964 , que é a trilha sonora do seu primeiro filme , também intitulado "A Hard Day's Night". Um sinal que demonstra isso é o fato de todas as faixas serem assinadas por Lennon & McCartney.

O álbum é um compêndio resumido sobre amores juvenis , passando da felicidade("I'm Happy Just to Dance With You") à frustração("I Should Have Known Better" , que na versão do grupo brasileiro Os Vips , virou "Menina Linda"). As melodias cresceram , seja na acelerada "Can't Buy Me Love" , ou nas baladas pop de "If I Fell" , "And I Love Her" e da faixa-título.

Feito no auge da primeira fase dos Beatles , "A Hard Day's Night" soa como uma lembrança dos rocks inocentes e letras adolescentes(que perdurariam até "Rubber Soul" , de 1965). Mas é durante sua gravação que o rock perde a inocência. Dylan passava a eletrificar seu folk nos EUA , durante o festival de Newport , justamente por influência dos Beatles. O disco é uma ótima pedida pra quem curte Beatles e , definitivamente , pra quem acompanha a história do rock.

A Hard Day's Night - 3ºdisco dos Beatles. Beatles é John Lennon(vocais e guitarra base) , George Harrison(backing vocals e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin. Tracklist:A Hard Day's Night , I Should Have Known Better , If I Fell , I'm Happy Just to Dance With You , And I Love Her , Tell Me Why , Can't Buy Me Love , Any Time At All , I'll Cry Instead , Things We Said Today , When I Get Home , You Can't Do That , I'll Be Back.

Beatles For Sale - The Beatles - 1964

Após as gravações de "A Hard Day's Night" , os Beatles gravaram este disco que é considerado uma de suas obras menores. Mas não é bem assim. "Beatles For Sale" é um grande disco , seja pelos covers de "Rock & Roll Music"(Berry) e "Everybody's Trying to Be My Baby"(Carl Perkins) ou pelas composições originais do grupo , como a ótima "Eight Days a Week".

É um disco de descobertas , tanto dos Beatles(Lennon acabara de descobrir o folk-rock de Dylan) quanto do público deles(pelo fato dos Beatles mostrarem seus mestres nas versões que fizeram). E é nele que se descobre que a primeira fase dos Beatles acaba. A Beatlemania é muito legal , mas tinha sido usada à exaustão nos primeiros discos. Era hora de fazer uma revolução , lenta , porém revolução. Mas isso é assunto para amanhã.

Beatles for Sale - 4º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(vocais e guitarra base) , George Harrison(backing vocals e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin. Tracklist:No Reply , I'm A Loser , Baby's in Black , Rock & Roll Music , I'll Follow the Sun , Mr. Moonlight , Kansas City/Hey-Hey-Hey-Hey , Eight Days a Week , Words of Love , Honey Don't , Every Little Thing , I Don't Want to Spoil the Party , What You're Doing , Everybody's Trying to Be My Baby.

Abraços ansiosos pela festa e pela retirada da tala(tomara!)

Rolando na Vitrola:Iris(Goo Goo Dolls)/Nunca Diga(Pato Fu)/Having a Party(Rod Stewart)

Café Pequeno:Can you feel the silence? I just want to know who I am... vëchira , chipul , dragostea din tei. Tokai.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 19h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Please Please Me & With the Beatles

Please Please Me - The Beatles - 1962

Desde o lançamento de "Please Please Me" , o mundo se acostumou a ouvir as canções dos Beatles. E "Please Please Me" é um grande disco de estréia , principalmente em se tratando deles. Misturando rock'n roll , R&B , arranjos vocais dos anos 50 , melodias sofisticadas que ficam simples quando Paul conta 1-2-3-4 no começo de "I Saw Her Standing There" , canção de abertura do disco e que é , diga-se de passagem , a melhor música do disco.

Quarenta e três anos depois da gravação do disco , os sons ainda permanecem atuais. Talvez isso se deva em parte ao fato da maioria das canções serem de amor , como "Please Please Me" , "PS I Love You" , "Anna(Go To Him)" , "Do You Want To Know a Secret" e "Love Me Do".

Há até uma seção "revival" da carreira deles(pelo passado em Hamburgo) , quando tocam Burt Bacharach , em "Baby It's You" e alguns clássicos recentes do rock , como "A Taste of Honey" e "Twist and Shout" , talvez a música mais famosa do disco , por sua melodia dançante e contagiante. Também pudera , é uma gravação perfeita , com Lennon entrando perfeitamente no espírito da música , não cantando , mas sim gritando a letra.

Please Please Me - 1º disco dos Beatles. Beatles é John Lennon(vocais e guitarra base) , George Harrison(backing vocals e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin. Tracklist: I Saw Her Standing There , Misery , Anna , Chains , Boys , Ask Me Why , Please Please Me , Love Me Do , PS I Love You , Baby It's You , Do You Want to Know a Secret , A Taste of Honey , There's a Place e Twist and Shout.

With the Beatles - The Beatles - 1963

Após o sucesso inicial de "Please Please Me" , os Beatles gravaram este disco , que é considerado uma sequência do disco anterior , seja tanto em conteúdos como em melodias. A receita rock+R&B+grupos vocais+baladas lentas continua imperando seja na primeira composição de Harrison no grupo , "Don't Bother Me" ou na melhor música do disco , "All My Loving".

No quesito regravações , o álbum mostra mais abertamente as influências que fizeram a cabeça dos Fab Four , ou seja , Chuck Berry(na magistral versão de "Roll Over Beethoven") , Smokey Robinson("You Really Got a Hold On Me") e grupelhos de rock dos anos 50("Please Mr. Postman"). E ainda sobrou espaço pra Ringo cantar uma boa canção de Lennon/McCartney que tinha sido o primeiro single dos Stones , "I Wanna Be Your Man".

"With the Beatles" acabou ficando pra história como um disco de transição , isso é , do começo da carreira ao estrelato. Foi na época de seu lançamento que os Beatles estouram nos EUA , com "I Wanna Hold Your Hand". O próximo disco já mostraria Beatles mais amadurecidos musicalmente... mas isso é assunto pra outro dia.

With the Beatles - 2º disco dos Beatles(contando só os ingleses). Beatles é John Lennon(vocais e guitarra base) , George Harrison(backing vocals e guitarra solo) , Paul McCartney(baixo e vocais) e Ringo Starr(bateria e percussão). Produção de George Martin. Tracklist:It Won't Be Long , All I've Got to Do , All My Loving , Don't Bother Me , Little Child , Till There Was You , Please Mr. Postman , Roll Over Beethoven , Hold Me Tight , You've Really Got a Hold On Me , I Wanna Be Your Man , Devil in Her Heart , Not A Second Time , Money.

Abraços folgando em casa por não ter ido pra escola... e com saudades...

Rolando na Vitrola:Blower's Daughter(Damien Rice)/I Need You(Beatles)

Café Pequeno:I can't take my mind off you... and so it is. Nosso problema é a falta de assunto , mais por culpa minha com medo de falar besteiras na sua frente. Medo de parecer um completo idiota. Motherfucker , diria Ozzy. I can't take my mind off you... I can't take my mind off you... I can't take my mind off you...

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 13h04
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Diários de Busão:C'mon baby , drive my car...

Bem... conforme já dito anteriormente , a série Diários de Busão visa contar as histórias idiotas que acontecem nestes veículos tão peculiares que levam os alunos pra qualquer lugar. E porque não também os Beatles? É , eles também pegavam ônibus...

Todo mundo que ao menos se interesse um pouquinho pela carreira dos Beatles sabe que eles começaram a carreira na Alemanha , em Hamburgo , mais precisamente na parte mais baixa da cidade , se é que entendem... Porém , antes disso , quando ainda eram os Quarrymen , os Beatles também pegavam ônibus. Diz a lenda que George foi aprovado por John e Paul no segundo andar de um ônibus de Liverpool por saber tocar "Raunchy" inteira. O único problema é que a banda tinha três guitarristas e nenhum baterista ou baixista. Solução?

Um amigo de John , chamado Stuart Sutcliffe , tinha acabado de ganhar 60 pratas na venda de um quadro que pintou. John e os outros encheram tanto o saco de Stu que ele acabou por comprar um contrabaixo Hofner , exatamente pelo mesmo valor que tinha ganho.

Só que Stu não era lá um grande baixista , pois ele mal sabia tocar e nem mesmo queria ser músico , apenas era amigo de John. Ele era mesmo era pintor e não tinha muito jeito para a música. Acabou pedindo as contas e Paul assumiu o baixo , por uma decisão tirada no palitinho(sorte nossa... imagine se George quem tivesse ficado com o baixo!).

Quanto à bateria , havia Pete Best. E Pete Best era baterista do grupo por ter a bateria. Best era meio arrogante(também com esse nome...) , meio playboy , mas tinha a bateria. Acabou por ser dispensado às vésperas do grupo gravar seu primeiro compacto , "Love Me Do"(nesta gravação assumiu as baquetas um tal de Alan White) e depois disso , entrou Ringo.

Continua amanhã...

Abraços confusos , muito confusos...

Rolando na Vitrola:A-Ha(Bidê ou Balde)/Can't Take My Eyes Off You(Heath Ledger)/Blower's Daughter(Damien Rice)/In France They Kiss on Main Street(Joni Mitchell)/Só(Mut)

Café Pequeno:Hey hey hey... te quero a todo instante , nem mil alto falantes vão poder falar por mim. Eu tinha tudo pra ser feliz , segundo grau completo , curso de datilografia... por que ela não me quer? Mesmo se eu cantasse todas as canções do mundo , sou bicho do mato eu sei , mas... quando você chama meu nome , é como uma prece , eu desabo e me sinto em casa. Ah , esquecia me já de avisar uma coisa... estou participando do prêmio OmniCam , categoria melhor blog de Variedades , organizado pelo Luiz Henrique Oliveira , do Under Pressure. A votação está em http://omnicam2005.blogspot.com/ e eu também torço por Dilberto Lima Rosa , do Morcegos , em outras categorias.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 15h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




O Padeiro Recomenda... Beatles!

Iniciando a semana especial Beatles , uma pequena introdução às carreiras solo de cada um. Não citei discos de Ringo Starr porque , primeiro , não tenho nenhum ; segundo , porque não há coisa que se salve em sua carreira solo. Espero que se divirtam...

Cotações:

John(Ótimo)
George(Bom)
Paul(Regular)
Ringo(Ruim)
Pete Best(Horrível)

John Lennon - Shaved Fish - 1975

Quando lançada , essa coletânea passou despercebida pois se achava que Lennon já tinha uma carreira solidificada e ainda teria muito o que compor. Não era bem assim. Em 1975 , Lennon se retirou da música para criar seu filho. Voltou em 1980 com "Double Fantasy" e aí... A coletânea vale por ser um grande painel de Lennon , trazendo suas composições mais famosas , como "Mother" , "Imagine" , "Instant Karma!" e "Happy Xmas/Give Peace a Chance". As grandes ausências da coletânea ficam sendo "Jealous Guy"(de "Imagine" , de 1971) e "God"(de "John Lennon & Plastic Ono Band" , de 1970).

George Martin - In My Life - 1998

O leitor deve estar se perguntando:o que faz um disco de George Martin nessa lista. Calma , é um disco onde ele convidou artistas e atores pra fazer novas versões de músicas dos Beatles. Tem desde Jim Carrey cantando "I Am The Walrus"(essa música é a cara dele) até a chatíssima Celine Dion em "Here , There and Everywhere" , passando pela ótima versão instrumental de Jeff Beck em "A Day In The Life" e pelo coral das meninas de Petrópolis em "Ticket to Ride"(fazendo melhor que os Carpenters). E pra finalizar , a faixa de encerramento do disco é com ninguém menos que Sean Connery recitando "In My Life" , uma das mais bonitas canções de amor dos Beatles e de todos os tempos.

Paul McCartney - Unplugged - 1991

Bem... o disco de Paul é um disco Paul. Não se discute a qualidade de Macca como compositor , mas ele erra em exagerar nos tributos , como em "Be-Bop a Lula" , "Good Rockin' Tonight" e "Blue Moon of Kentucky". Mas o disco tem bons momentos , sobretudo quando Macca ressucita alguns clássicos dos Fab Four , como "Blackbird" e "And I Love Her".

George Harrison - Live in Japan - 1992

Esse disco duplo de George , gravado no Japão e com direito a Ray Cooper na percussão e Eric Clapton na guitarra , é uma deliciosa compilação de hits do Beatle "classe econômica". George passa tanto pelo repertório dos Beatles("I Want To Tell You" , "Taxman" , "Here Comes The Sun" e "While My Guitar Gently Weeps") , quanto clássicos solo antigos("My Sweet Lord" , "Give Me Love(Give Me Peace On Earth)" , "What Is Life" , "Isn't It a Pity") ou novos("Got My Mind Set On You") , em um de seus melhores discos.

Vários Artistas - I Am Sam - 2000

A trilha de "I Am Sam" , um filme que conta a história de um deficiente mental(Sean Penn) apaixonado por Beatles que cuida de uma garotinha(Dakota Fanning) , não poderia ser diferente do que é. A trilha reúne nomes conhecidos ou não do público brasileiro , como Nick Cave("Let It Be") , Black Crowes("Lucy In The Sky With Diamonds") , Sheryl Crow("Mother Nature's Son") e Wallflowers("I'm Looking Through You") , entre outros.

 Abraços beatlemaníacos!

Rolando na Vitrola:Dancin' Days(Led Zeppelin)/Dancin' Days(Frenéticas)/Hey Baby(DJ Ötzy)/I Will Survive(Gloria Gaynor)/Like a Prayer(Madonna)/Somebody to Love(Queen)

Café Pequeno:Nada me deixou mais feliz do que ver o casal unido. As horas perdidas no telefone valeram a pena. Porém , eu continuo na mesma  , vivendo e não aprendendo , isso até vira disco do IRA! Aprendi na pele o que é ficar sozinho e o que é ser sozinho. Minha vontade é ser bonito , mas eu não consigo. Meu desejo é estar contigo , mas eu não consigo. Somebody , find me , somebody to love. Can anybody find me... SOMEBODY TO.... LOVE!

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 17h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




We're having a party...

Bem. Hoje tem festa-balada(primeira balada de Mutante) na casa do Augusto , é aniversário dele , entonces nada de Mutante à noite. Deixo este post adiantado de manhã e mais tarde só venho para apertar o botão publicar.  E falando sobre o discaço do Arcade Fire, também posto hoje no...

Image hosted by TinyPic.com

EXTRA! EXTRA! EXTRA! - Semana Especial Beatles a partir de amanhã , devido a duas datas importantes. A primeira é o aniversário de 40 anos do lançamento de Rubber Soul , um dos melhores discos deles e de todos os tempos. A segunda , infelizmente , é o aniversário da morte de 25 anos do mestre John Lennon , no dia 8 de dezembro. Ah! Essa semana vai "abolir" a programação original da semana. Isso significa que... balbúrdia total.

Abraços questionativos...

Rolando na Vitrola:Mesmo Que Mude(Bidê ou Balde)/Having a Party(Rod Stewart)

Café Pequeno:Velha amiga , volto a sua velha casa. É sempre amor , mesmo que acabe. É sempre amor , mesmo que mude. É sempre amor , mesmo que alguém esqueça o que passou.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 12h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Injustiça

Podem me prender , podem me matar , podem me torturar , mas juro que senti um profundo pesar quando vi Zé Dirceu ser cassado. Antes que atirem a primeira pedra , que fique bem claro:não nego que Dirceu é culpado. Porém os meios em que se deu a cassação de seu mandato foram dos mais injustos , lembrando atos da ditadura.

Primeiro , uma recapitulação:Bob Jeff foi cassado , mas tínhamos provas de que ele era culpado e ele mesmo admitia isso. Porém , Zé Dirceu foi cassado , mas as únicas provas que existiam eram as acusações infundadas ou não de Bob Jeff. Nada mais , apenas nada mais.

Então , como ter a certeza de que ele era culpado? Era a palavra de um deputado cassado contra a de um prestes a sê-lo. Palavra contra palavra , Dirceu era inocente até que se provasse o contrário. Nada se provou e Dirceu acabou sendo cassado , para infelicidade da democracia e dos direitos civis do país.

Abraços tristonhos por não vê-la...

Rolando na Vitrola:One of These Things First(Nick Drake)/Do Seu Lado(Nando Reis)/I Want To Be The Boy(White Stripes)

Café Pequeno:E o Hopi Hari acabou sendo adiado...

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 22h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Cinema Paradiso:Monty Python em Busca do Cálice Sagrado

Monty Python em Busca do Cálice Sagrado - 1975 - Eric Idle, Graham Chapman, John Cleese, Michael Palin, Terry Gilliam e Terry Jones.

É quase consenso geral entre os críticos de cinema que este filme é a melhor comédia de todos os tempos - pelo menos as do gênero pastelão. Feito pelo grupo britânico de humor Monty Python , o filme revisita hilariamente a lenda do Rei Arthur e a Távola Redonda buscando o Santo Graal , passando por loucos cavaleiros , freiras abusadas e franceses brigões.

O filme reúne algumas das cenas mais geniais - e copiadas - de toda a história. Como a parte dos Cavaleiros Que Dizem Ni , ou quando Sir Galahad , o casto , vai parar num convento com freiras digamos , abusadas. Ou ainda na dancinha dos cavaleiros em Camelot , de gosto duvidoso - que foi copiada pelo Robin Hood de Shrek.

As vinhetinhas que entremeiam as cenas e o humor ridículo da trupe são uma coisa genial , assim como os cavaleiros sem cavalos , o coelho maligno e a vaca voando pelo céu. Não se pode esquecer também da cena de abertura , com os créditos , que acaba sendo um guia de viagens à Suécia e uma mostra de incompetência - no bom sentido. E é melhor parar por aqui que senão a graça do filme acaba.

Abraços loucos pra ir pro Hopi Hari!

Rolando na Vitrola:O Caminho do Bem/Rational Culture/Bom Senso/Grão-Mestre Varonil/You Don't Know What I Know(Tim Maia)/Wake Me Up When September Ends(Green Day)

Café Pequeno:Leia o livro Universo em Desencanto... :D. Cara , de irracional esses discos não tem nada. É balanço funk tradicional total. Ao contrário de certas coisas horroríveis... no caminho do bem.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante , o Padeiro às 20h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________