Eu
BRASIL, Sudeste, SAO CAETANO DO SUL, SANTA MARIA, Homem, de 12 a 15 anos, Portuguese, English, Música, Livros, Cinema , Futebol , Internet e + Música
MSN - mutatismutante@hotmail.com


Arquivos

- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/11/2006 a 30/11/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/09/2006 a 30/09/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/08/2004 a 31/08/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004
- 01/05/2004 a 31/05/2004



Outros

- Artificial Flavored
- Brincando com Palavras
- Caldeirão do Mago
- Discoteca Básica
- Duro na Queda
- Jack Não Tá Fazendo Nada...
- Lulu On The Sky
- Metamorphoses
- Micha Descontrolada
- Museu de Tudo
- My Girl
- No Congelador
- Nós por Nós
- O Blog do Szum
- Observador
- Opiniões Femininas
- Paulamar
- PERNAMBAIANO
- Putz Putz
- Ramsés Séc. XXI
- Under Pressure
- Vivendo Um Dia De Cada Vez
- Uma Janela
- Antigas Ternuras
- Beijo!


Votação

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Visitas

Créditos

No More Tears®



Quando 16


Guie-me , mestre Neil! O disco acima é de 2004 , "Greendale".

Semaninha estranha essa , cara! Mãe quebrou o pé e não vai poder botar o dito cujo no chão durante uma semana. Resultado:Bruno e Pai vão ter que trabalhar essa semana... talvez seja por isso que eu tô dormindo tanto. Mudando de assunto... Sexta-feira , na escola , onde nunca brigo com ninguém , veio neguinho querendo brigar comigo... "Se você é macho , fala tudo que você acha sobre ele na cara dele" , disse meu amigo. Só achei engraçado porque ele manda o outro vir falar comigo pra falar com ele(covardia) e porque ele exigir macheza de mim e ainda ser do outro time. Vai entender...

No plano musical , tudo na paz! Novidades dessa semana são o Wonkavision e o disco novo do mestre Neil Young. O Wonkavision é uma banda gaúcha que faz um som pop delicioso. São todas letras sobre pessoas que estão saindo da adolescência , chegando na idade adulta. Os vocais femininos de Grazi(baixo) e Manu(moog) são o que há em matéria de power pop. O disco novo do Neil Young tá rolando aqui na vitrola , e parece ser um dos melhores dele. Não é um álbum caipira("Harvest") , nem urbano("Sleeps with Angels") , muito menos romântico("Are You Passionate?"). É um disco político , de dez faixas que tentam tirar Bush do poder - e olha , se o mundo fosse resolvido pela música , uma dessas faixas já era suficiente. A sonoridade mistura as duas primeiras facetas do canadense Young:o acústico caipira e o elétrico roqueiro. Candidato sério a disco do ano!

E por falar em disco do ano , as últimas notícias:"GRAM lança disco em agosto" , "Mombojó saindo semana que vem" e "Nando Reis com disco novo". Se tudo der certo , esses caras já tão no top desse ano. E ainda tem Skank , Tianastácia , Violins , Canastra... a briga vai ser boa!!!

Então roube o carro do seu pai...

Rolando na Vitrola:Tudo Bem Tudo Bom(Ludov)... se eles cantarem essa música no show eu choro...

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 18h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Alcohol - Parte 4

"Senhor Guilherme, um professor respeitado e que tem vários serviços prestados à polícia, vossa senhoria está presa pelo assassinato de Daniela Guimarães, Fernanda Peixoto e Ana Tavares. Homícidio qualificado, devido ao uso de fogo, asfixia e afogamento das vítimas." O resto que ele disse eu não ouvi, mas parecia ter sido um famoso lugar-comum do cinema americano, do tipo "tudo o que você disser será usado contra você no tribunal".
"Mas eu não matei essas moças. Eu as amava”, respondi ao delegado.
"Se amava eu não sei. Sei que você as matou, em três noites seguidas. Provavelmente o senhor é um consumidor habitual de álcool, o que fez nas três noites, chegando a um estado de inconsciência de seus atos, e acabou por matá-las".

Realmente, agora tudo se explicava. Eu  havia ingerido altas quantidades alcóolicas naquelas noites e não me lembrava ao certo do que tinha acontecido. Tinha saído com as três amantes em três noites seguidas e acabava por matá-las no meu estado de embriaguez. Não percebia o que havia feito simplesmente me lembrava que tinha que trabalhar no dia seguinte e ia para minha casa.

O meu grande erro, se é que estava consciente disso, era ter chamado àquele taxista, que provavelmente lia o tipo de jornal que eu recebia toda manhã. Após me deixar na casa de Ana, informou à polícia que as informações dadas pelo jornal daquela manhã cruzavam-se com a minha descrição. A polícia ficou de tocaia e quando descobriu o corpo, eu ainda estava lá. Como em todo conto policial, o criminoso sempre é preso por um erro absurdo. Como em todo conto policial, eu pensava que o assassino era João, e não eu. Como em todo conto policial de principiante, sobravam referências a um autor renomado. Clichês sobravam. E tempo para escrever esta história também, já que triplo assassinato qualificado recebia uma das maiores penas judiciais.

Epílogo
 “... It's Against The Law..."

Acabei sendo declarado culpado e condenado a mais de cem anos de cadeia. Como o sistema penal brasileiro é "bondoso”, ficarei somente trinta anos na prisão. Com bom comportamento, perco um terço da pena. Vinte anos. Como tinha curso superior, a chance de eu ficar preso todo aquele tempo era nula. E ainda tenho a possibilidade de eu escrever minha história e publicá-la. Já contatei um editor e ele disse que a possibilidade de ser best-seller é 100%. Ou seja, sairei rápido da prisão, ficarei rico e ainda me tornarei um Papillon dos trópicos.  E, ao contrário do que disse anteriormente, sim, eu sou um canalha.

Pode parecer estranho, mas a vida melhorou depois dos assassinatos. Como dizia o velho ditado: "Há males que vem para o bem".

THE END!

Dues femmes et un garçon...

Rolando na Vitrola:Brinquedos(Wonkavision)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 19h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Alcohol - Parte 3

A história ficara estranha. Duas amantes minhas, mortas em noites seguidas, por motivos estranhos e inacreditáveis. Meu melhor amigo, sempre seguro, estava totalmente mudado.  Se houvesse um assassino de fato, ele deveria me conhecer. E muito bem. Minhas suspeitas foram ridículas, mas eram as únicas plausíveis. Tal como na tarde anterior, decidi ligar para Ana. Ana era a minha terceira e última amante. Ok, podem me chamar de hipócrita, infiel e o que seja. Mas quem nunca traiu que atire a primeira pedra(clichê). De todo jeito, marquei com Ana que iria passar em sua casa à noite e sairíamos para uma festa de um daqueles amigos dela, ricos e esnobes. O que fazia eu, um professor, numa festa daquelas, eu não sabia. Sentia-me como um peixe fora-d’água. Mas por aquela mulher, e pelas mulheres, eu faço tudo(clichê). Perceba o leitor que indicar os clichês também já é um clichê.

Fui para o trabalho, que me distraiu das preocupações criminais. Como diz o ditado, o trabalho enobrece o homem. O dia passou rápido e a noite mostrava-se acolhedora. (Porque será que todo escritor policial adora colocar umas firulas no meio da história só pra atenuar um pouco o clima?). Passei na casa de Ana, ela esperava-me na porta. Isso não era bom sinal. Eu não gostava de deixar uma mulher esperando. Ela veio ao carro, fomos para a festa. Tentei-me enturmar com os convidados, mas eu era tão desabituado àquele clima de sexo&drogas&dinheiro que me encostei no balcão do bar e bebi um incontável número de whiskys, licores, vinhos e coquetéis. Ana havia se distraído com a galeria de quadros do amigo e nem viu o tempo passar. Quando me dei conta, eram quase duas horas da madrugada e Ana ainda admirava os quadros. Achei aquilo muito suspeito. Eu podia trair as minhas amantes, mas elas não podiam me trair. Sou um homem de princípios!  Arranquei-a dali, mesmo bêbado, e a levei para casa.

Capítulo III
"Jailhouse Rock"

Na verdade não a levei, mas sim fomos num táxi, dado o alto teor etílico que eu havia consumido naquela noite. Cheguei em sua casa e a dada a bebedeira, Ana recomendou que eu dormisse lá aquela noite. Minha dor de cabeça era tamanha que caí no sono profundamente. Quando acordei, estava sentado numa cela de cadeia, ao lado de dois bandidos mal-encarados. O carcereiro me chamou: "Guilherme Sobrinho, compareça à sala do delegado". Não estava entendendo nada do que havia acontecido e nem porque estava ali. Achava que tudo aquilo ainda era fruto das doses a mais que havia tomado naquela noite. Foi quando o delegado começou a falar comigo que percebi que aquilo não era um delírio, mas sim a realidade.

Continua...

Bigmouth is Me...

Café Pequeno:Quando eu acabar de publicar o conto, conto as novidades.

Rolando na Vitrola:Wonkavision , de 2004(Wonkavision)/Madman Across the Water , de 1971(Elton John). São discos , não músicas.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 20h17
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Alcohol - Parte 2

Aquela conversa havia me deixado intrigado. João sempre estava a par dos acontecimentos em todos os casos em que eu participei. Por que será que justamente nesse ele não sabia de nada. E seu tom de voz parecia tão estranho, não soava natural como o do velho companheiro que sempre esteve ao meu lado. O que me restava naquela manhã tão anormal era ir ao velório de Daniela e prestar condolências. O que soava meio ridículo, já que ela não tinha família, morava sozinha e tinha poucos amigos.  Decidi não ir, porque talvez achasse que houvesse pouco a lamentar. Calma, eu não sou um canalha. Tenho escrúpulos. Decidi então ligar para Fernanda, outra de minhas amantes. Elas sempre souberam que eu era um homem de muitas mulheres, apesar de elas não se conhecerem.   Combinamos de nos encontrar na casa dela. Eu iria passar lá e então decidiríamos o que faríamos aquela noite. De um jeito ou de outro, eu já sabia. A tarde então passara rapidamente e cheguei em sua casa. Chamei pelo interfone:

"Fernanda?"
"Guilherme, você já chegou?"
"Já. Não era a hora que a gente tinha combinado?"
"Era, mas como você sempre chega atrasado eu resolvi demorar um pouco mais”.
"Vai fazer me esperar aqui embaixo é?"
"Vou sim... a espera aumenta a emoção da surpresa”.

Decidi esperar. Valeu a pena. Fernanda estava tão sensual naquela noite que nem esperei irmos para algum lugar especial. Estacionei o carro, subi o capô e fomos para o banco de trás (clichê). Não revelo detalhes para não fazer corar o leitor mais conservador e que gosta de um conto policial sem acontecimentos picantes.

Capítulo II
"Fire and Rain"

Enfim, fomos jantar numa pizzaria ali perto. No meio da conversa, comentou distraidamente sobre o assassinato de Daniela. Eu, para preservar a integridade da vítima(clichê), menti que não havia visto nada. Ia esperar para ver se o caso vinha parar na minha mão para comentar algo de concreto sobre o ocorrido. Conversamos o resto da noite sobre vinhos, livros e música. Embebedei-me tanto que não sei como consegui dirigir o carro até a casa dela, deixá-la lá, já que estava com dor de cabeça e ainda ir para a minha casa. Talvez eu nem esteja lembrando disso, dada a quantidade alcoólica que ingeri. Acordei no dia seguinte com ressaca, como era de se esperar. Recebi o jornal de sempre, esperando alguma notícia sobre a morte de Daniela. Eis que ao invés disso, apareceu na manchete: "Mulher é encontrada queimada. Polícia suspeita de serial killer". Até aí tudo bem, quando descobri que a mulher que havia sido morta na noite passada era Fernanda. Novamente, repeti o procedimento feito anteriormente.

"Alô, João?"
"Guilherme?"
"O que está acontecendo?"
"A polícia suspeita de um serial killer. Você leu no jornal?"
"Li. Qual a sua opinião dessa vez?"
"Houve um incêndio no apartamento. Provavelmente algum acidente doméstico que aconteceu na madrugada".
"É uma hipótese ridícula, mas a única plausível. E quanto ao caso de Daniela?"
"A polícia não descobriu nada até agora. E vai ser difícil descobrir agora, já que tem esse novo caso. Acredito que existam ligações entre os crimes, mas nada muito concreto".
"Aguardo novas informações".
"OK".
"Não há o que dizer".
"Obrigado do mesmo jeito".

Continua...

To be now forever and ever...

Rolando na Vitrola:Quando 16(Wonkavision). Parece bom... musiquinha pra ouvir na estrada , correndo e fugindo de alguém!

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 18h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Alcohol - Parte I

Hoje não é post. Vou postar aqui , de hoje até sábado o conto policial que escrevi. Antes que todos venham falar , ele foi escrito sob a forte influência do Rubem Fonseca. Com vocês...

ALCOHOL
Por Bruno Capelas

Escrever uma história policial é usar de alguns clichês. Sempre se tem um assassino, um detetive e uma vítima. O crime geralmente acontece à noite e a morte sempre tem circunstâncias estranhas. Os diálogos são subjetivos e os personagens são todos tipos estranhos. A grande graça de contar esse tipo de história é sacanear o leitor com as reviravoltas da trama - e dá-lhe mudanças. Mas isso também é um clichê. E como eu sou um péssimo escritor, vou-me servir desses clichês para contar uma história que aconteceu comigo há algum tempo. Antes, preciso me apresentar: meu nome é Guilherme, professor de criminalística. Nas horas vagas, amante e apreciador de vinhos, licores, vodkas e outras bebidas etílicas.

Capítulo I
“Drown In My Own Tears”

Acordei pela manhã, ainda meio atordoado pelas doses a mais na noite anterior. Peguei o jornal popular - pois são eles que mostram o meu trabalho - em frente à porta e, ao ler em letras garrafais na manchete: "Mulher encontrada afogada em sua própria casa”, percebi-me assustado. A foto não deixava dúvidas: a mulher a que o folhetim se referia era Daniela, uma de minhas mulheres. A reportagem ainda trazia alguns detalhes do ocorrido, do tipo: "Daniela, 29, foi encontrada em sua banheira na madrugada de ontem. O primeiro parecer da polícia referiu-se ao crime como suicídio".

Achei o fato estranho por vários fatores. Primeiro, porque Daniela nunca usava a banheira, como ela havia me dito na noite de sua morte, que havíamos passado juntos. Segundo porque ela estava tão cheia de vida, sonhadora e alegre naqueles últimos momentos de vida que nunca passaria pela sua cabeça a idéia de suicídio. Em todo caso, era mais um mistério que eu, em tese, estaria envolvido. Liguei para João, amigo meu de infância que trabalhava no IML, para verificar se ele sabia algo sobre o crime.

"Alô?"
"Aqui é o Guilherme".
"Sinto muito".
"O corpo já chegou?".
"Está aqui sim, mas ainda não vi. Se você quiser vir...".
"Não, não. Prefiro sofrer sozinho. Qual é o seu parecer?".
"Diria que foi suicídio, mas ainda não vi o corpo".
"Não pode ser. Daniela nunca faria isso".
"Homicídio?".
"Para mim, é a única hipótese plausível".
"Sinceramente falando, eu não sei".
"De qualquer jeito, obrigado".
"Meus pêsames".

Continua...

Para bailar!

Rolando na Vitrola:The Boy With the Thorn In His Side(Smiths)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h08
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




A Rainha Mó-rreu!

Pô! Eu não sabia que o Morrissey cantava tão bem também. Já conhecia suas músicas , mas na voz do Magic Numbers(eles regravaram "There's a Light...). Por recomendação do amigo Szum , sobre o guitarrista Johnny Marr , decidi puxar o disco clássico dos Smiths. É muito do bom...  "Frankly Mr. Shankly" tem uma levada fox divertida , "Never Had No One Ever" é uma boa balada , "I Know It's Over" é a baladona do disco , mas eu gostei mesmo é de "Bigmouth Strikes Again" , que tem uma pegada de violão animal e de "The Boy With The Thorn In His Side" , outra grande balada.

Hoje o dia foi divertido. A professora de ciências faltou , o tiozão que dá aula de orientação também e a gente meio que só fez aula em grupo - ou seja... conversou. No inglês , pra variar zoei a cara do Pedro e fiz as piadas infames de sempre. E ainda deu tempo de acabar o livro do Rubem Fonseca e ir pro violão - lá vai o Bruno tocar la bamba. Como diz o Morrissey , Bigmouth Strikes Again.

Big... mouth...

Rolando na Vitrola:Bigmouth Strikes Again(Smiths)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 20h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Um Homem Sábio e Profundo

"Leia o livro Universo em Desencanto". Do jeito que o Tim Maia falava , ninguém botava fé. Mas era só ele ligar os instrumentos , chamar a banda Vitória Régia e todo mundo já saía dançando e já pensando seriamente em se converter. Não era bem assim , mas ouvindo o disco "Tim Maia Racional" , é o que vêm à cabeça. É impossível não sacolejar o corpo com faixas como "Rational Culture" , "You Don't Know What I Know" , "Bom Senso" e "Imunização Racional(Que Beleza)". Mas ao contrário do provérbio , ouça os discos , não leia o livro!

Essa última semana de abril vai ser um caos na escola... tenho que entregar um conto policial , uma revista sobre cultura na américa latina e ainda fazer uma adaptação de peça e representá-la. Sem falar nas cinquenta revisões de química(argh!) , física(urgh!) e artes(bleh!). Mas pelo menos não tem aula com a professora mais chata amanhã... ufa!

Eu tive que subir lá no alto...

Rolando na Vitrola:O Caminho do Bem(Tim Maia)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




A Ladeira


A vocalista do Cansei de Ser Sexy , Lovefoxxxx e o dono deste blog , Bruno.

É deprimente ver quando seu ídolo começa a fazer muito sucesso e vai tocar no Faustão. Foi o que ocorreu quando eu vi o Nando Reis hoje , indo lançar seu disco "Sim e Não" no programa do gordo mais chato do Brasil. Em vez de nos brindar com um pouco mais de inteligência no programa , Nando foi "forçado" a usar um estranho tipo de playback e não tocar suas canções da maneira certa. Em todo caso... pelo menos tem disco novo dele em breve - cujas expectativas são enormes - e essa aparição na TV mostra que Nando está se tornando um grande discípulo de Guilherme Arantes e Lulu Santos , na matéria de fazedor de sucessos.

Ainda estou tentando entender o porquê da minha fixação com os livros do Rubem Fonseca. Acho que é por culpa da tríade sexo+morte+alta sociedade que envolve tanto o leitor. Em todo caso , hoje já devorei metade de "Diário de Um Fescenino" e pretendo devorar a outra metade até amanhã , no máximo. Enquanto isso , o "Cidade de Deus" tá duro de ler - não porque é ruim , mas porque em certo ponto se torna monótona a narrativa:é bandido pra cá , bandido pra lá , assaltos e etc. Mas é um bom livro , pelo que li até agora.

E assim se encerra mais uma semana da minha vida , uma das mais memoráveis , graças ao show de sexta-feira , que é inesquecível - vide foto acima -  e ao passeio de quarta , quando fui ver a exposição dos "Dinos na Oca" , em pleno Dia do Índio. Uma semana que lembrou a morte de Tancredo e Tiradentes , que trouxe a morte para o grande mestre Telê e que me mostrou que a vida pode ser muito adversa. E que as coincidências são tão comuns quanto a nossa rotina.

'cause Mona Lisa and Mad Hatters...

Rolando na Vitrola:Mona Lisa and Mad Hatters(Elton John)/A Ladeira(Som da Rua)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 19h16
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Insanamente Feliz - Olá!

Qualquer pessoa , deveria conhecer e ter , por lei , ao menos um disco do Teenage Fanclub. Se o mundo fosse justo , Teenage Fanclub tocaria no rádio de 5 em 5 minutos e eles seriam rockstars dos mais cultuados. Um grupo que já foi chamado de "insanamente feliz" por Nick Hornby. Precisa de mais alguma coisa? Não né? Então vai logo ouvir Teenage Fanclub. Recomendo começar ouvindo os discos "Grand Prix" , de 1995 - que tem as deliciosas "About You" e "Neil Young - e "Howdy" , de 2000 - que abre com a bela "I Need Direction" e ainda tem o cross de guitarras em "Dumb Dumb Dumb" e a perfeição romântica de "The Sun Shines From You". Tá fazendo o quê aí parado?

Por hoje é só pessoal. FUI!

 



- Postado por: Mutatis Mutante às 22h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




A Vida é Uma Festa

AVISO:quem não gosta de música eletrônica ou do CSS que se afaste urgentemente deste post. Efeitos colaterais como xingar o Mutante por um post tosco podem acontecer. O Ministério dos Pães agradece.

É impossível tentar resumir o que eu vi neste último feriado de Tiradentes. O show do Cansei de Ser Sexy foi um desbunde , o Bruno se transformou e o Willian viu seu primeiro show. Além disso , o Alvaro conseguiu perder o ingresso(que depois foi recuperado pelo Bruno) , mas desistiu do show. Acabou por ganhar um EP - que será entregue a ele segunda.

Primeiro , o show de abertura , com um tal de Multiplex. Um tal não. Multiplex. Um trio que vira quarteto que vira quinteto , que fez um show animado. Seu som às vezes lembra Titãs , Duran Duran , Weezer , Chemical Brothers , CSS , Chicks on Speed , Bidê ou Balde e outras milongas mais. O vocalista franjinha era meio viado , mas animou a platéia. O guitarrista parecia o Rivers Cuomo(Weezer) e o baixista era como todo baixista:quietão. Ainda tinha uma saxofonista estranha e um batera napudo. São bons , mas sofrem do mesmo problema do Cachorro Grande:repetição de temas e melodias.

Eu já participava da comunidade "Lovefoxxx é minha musa" no orkut antes do show. Mas agora ela virou meu sex symbol. Combinando a inocência de seu rosto com as coreografias sensuais , somado à beleza oriental a qual Mut é viciado(vide Troubled Cure) , Lovefoxxx foi o destaque do show. E ela ainda catou minha blusa , me deu o microfone , se jogou na platéia , jogou água na platéia , dançou que nem a Madonna , imitou a tiazinha do BEP em "My Humps" , do projeto Cansei de Ser Jovem , quase se enforcou com o microfone , recebeu um beijo na bochecha do Willian , tirou duas fotos comigo e escreveu um autógrafo pro Mut.

O resto da banda também foi fodona. Adriano , o batera-man , saiu da batera e foi tocar guitarra , baixo , cantou , cantou a voz masculina de "My Humps" , deitou no chão do palco e também escreveu um autógrafo pro Mut. Ira virou musa do Will , tirou foto com ele e foi parte de um mal-entendido dos mais cômicos das nossas vidas. No fim das contas , mais uma camiseta de banda pra minha coleção , um Bruno rouco de tanto pular , dois autógrafos , cinquenta mil fotos com a banda , menos quarenta reais em caixa(maldito McDonald's) e uma grande aventura com o meu melhor amigo. Ainda estou em dúvida se foi melhor que o do Santana e o do Pato Fu. Em musicalidade , viva Fernanda Takai. Em espirtualidade , Santana forever. Em zoeira e proximidade com o público , Lovefoxxx é rainha. Empate técnico.

The bitch... said... yeah!

Café Pequeno:Esta foi uma análise inconsequente. A bonitinha vem depois , junto com as fotos oficiais do evento.

Rolando na Vitrola:Music is My Hot Sex!(CSS)/Superafim(CSS)/All You Need is Love(foxx)(Beatles).

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 23h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Touched at the First Time

Cara... eu nunca imaginava que alguém podia fazer uma versão melhor que a da Madonna pra "Like a Virgin". Mas o Teenage Fanclub , grupo que é herói de todos os indies e de metade dos críticos de música , conseguiu. A versão vem com guitarradas , vocais masculinos e bateria pesada.(Se bem que eu ainda prefiro o clipe da Madonna...). Outra versão boa que eu ouvi hoje é a do Morrissey pra "That's Entertainment" , do The Jam. E Paulo , também só conheço a coletânea de capa colorida.

E eu não tô me aguentando de felicidade. Amanhã , show do CSS+Alvaro e Willian+jantar no SESC+comprar camisetas+comprar CSSUXXXX!+tirar foto+pegar autográfo com o grupo. E o melhor de tudo é que não vai ter crisma nos dois próximos findis. Agora , só em maio! A vida não é bela? Tudo pode melhorar... :D

Respondendo ainda sobre o post de ontem... Jimmy Page é outro grande mestre da guitarra. Ritchie Blackmore é o do Deep Purple , ou estou enganado? Quanto ao Satriani , não gosto dele , nem do Steve Vai e não acho o Hendrix o maior guitarrista de todos os tempos. Me divido entre o Santana , com sua pegada latina , o Eric Clapton e sua levada mais blueseira , o próprio Page , e seus riffs doidões , e o George Harrison , econômico , mas sentimental. Conte aí também um pequeno espaço pro Jeff Beck , pro Edgar Scandurra e pro Habacuque Lima(Ludov). Por enquanto , pequena vantagem para God & Beatle.

Eu sempre soube o caminho sobre você.

Rolando na Vitrola:Exaltação à Tiradentes(GRES Império Serrano , 1949)/Candy(Iggy Pop & Kate Pierson)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 18h32
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Lucille

Porque tem gente que fica inventando moda em cima do rock se o negócio é simples:uma guitarra dissonante , um baixo e uma marcação de bateria? Esse é o tipo de pensamento que vêm à cabeça quando ouvimos Creedence , Eric Clapton , a fase mais roqueira de Roy Orbison , os clássicos dos Stones , Yardbirds , Janis Joplin , o primeiro disco do IRA! , Camisa de Vênus , Ramones , Barão Vermelho pós Cazuza...

Tudo bem que inovações são boas - como o uso de instrumentos de orquestra(Beatles/Beach Boys/Progressivos) , o uso de teclados excessivos ,(RPM) , batidas eletrônicas(New Order) , máscaras(Kiss) e maquiagens(David Bowie). Mas às vezes , não há nada melhor que um bom solo de guitarra - principalmente o de John Fogerty em "I Heard It Through the Grapevine". 11 minutos de puro rock...

E é justamente por culpa dessa zorra toda , desse solo magnífico , que este post está existindo agora. Quem não gosta de rock , bom suj... ih , errei! Quem não gosta de rock , por favor peço desculpas. Mas hoje são as guitarras quem comandam. And I need more satisfaction , baby!

All i want for music is a good solo. Give a god solo , mr. Slowhand

Rolando na Vitrola:I Heard It Through the Grapevine(CCR)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 18h38
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Na Honra

Foo Fighters é muito bom mesmo! Eu diria que os caras fazem clipes mais legais que as músicas - o que é um grande elogio , já que tanto um como outro são ótimos - , como "DOA" , "Learn to Fly" e "Best of You". Dave Grohl soube crescer como nunca em "In Your Honor" , do ano passado. Um lado do disco mostra o FF de sempre:riffs e guitarras soando alto , com belas porradas na bateria(herança nirvânica). O outro mostra um FF novo , soando como folk , com direito a participações de Norah Jones. "D-O-A".

Eu não tô me aguentando em mim mesmo(percebam a quantidade de redundâncias) por causa do show do CSS. E da expectativa de ir com a galera no do Ludov , banda que eu mais quero ver atualmente - vide melhores de 2005 nacional. Voltando ao CSS , eu tô começando a ficar obcecado pela Lovefoxxx. Será falta do que fazer?

Estou querendo fazer um clipe com "Pink Moon" , do Nick Drake , no fundo. Até aí tudo bem , e até já tenho um storyboard definido. O problema é que eu precisava filmar em lugares não movimentados e que tivessem uma aparência de que voltamos no tempo - tipo Paranapiacaba , aqui em Sampa. Só que precisa ser perto da minha casa - São Caetano do Sul. Alguém tem alguma sugestão?

What you gonna do now , we just done!

Rolando na Vitrola:Stand by the D.A.N.C.E , o disco , não a música , dos Forgotten Boys.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Just Done

Hoje vi um clipe dos tais Forgotten Boys na MTV. Os caras diziam que são influenciados por Ramones , Stooges e MC5. Não conta pra ninguém não , mas o que eu ouvi , "Just Done" , é Rolling Stones misturado com Creedence e não tem nada de Ramones. Mas é muito do bom...  já estou puxando o disco deles aqui , "Stand by the D.A.N.C.E" e pretendo ouvir em breve. No som , rola The Jam , do magnífico Paul Weller.

Hoje fui à biblioteca devolver os dois livros e decidir continuar lendo. Dessa vez , "Cidade de Deus" , que já vi o filme , mas desejo ler o livro , do Paulo Lins ; e "Diário de um Fescenino" , do Rubem Fonseca , que nem sei sobre o que é , mas decidi catar depois de ler três grandes livros do cara:"O Caso Morel" , "A Grande Arte" e "Bufo & Spallanzanni" , este último indicado pelo Marco. Marco , obrigado pela dica! Bufo é um livraço , o melhor dos três que li do Fonseca.

Como diria Reali Jr. , para a Jovem Pan AM , faz aqui um tempo medíocre. Chuva fraca , nublado , frio. Tudo o que eu odiava , somado a aulas chatas(principalmente a de Artes , cuja professora é uma burra) , conversas idiotas na escola , moleques idiotas na escola , et cetera. Como diria Paul Weller  "that's entrainement".

É só entretenimento , minha rosa inglesa...

Rolando na Vitrola:London London(Caetano Veloso)/English Rose(Jam)

Coffee Break:I'd like to be a englishman just to hate this hateful rain.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Senhora História

E não é que eu acabei gostando do Antony & the Johnsons? O cara manda bem mesmo , com sua voz de Nina Simone macho e suas composições sobre a vida - de solitário , de homossexual - e me conquistou com "I Am A Bird Now" , do ano passado. O disco tem participações de Lou Reed , Boy George , Devendra Banhart e Rufus Wainwright. Melhor , impossível. Fique com "Hope There's Someone" , minha música no momento("eu espero que exista alguém pra cuidar de mim") , "My Lady Story" e seu belo coro e "Fistful of Love" , com a maravilhosa guitarra de Lou Reed.

O DO perguntou nos comentários essa questão meio dual de ateu/cristão. Fato é que eu tenho duas posições sobre religião: às vezes , nos momentos de Ira , deus não existe. Quando estou mais calmo , digo que acredito em deus , mas não na igreja católica. Quanto à crisma , faço mais por imposição paterna que por vontade própria. E os motivos são outros além da religiosidade.

Hoje passei o dia quieto. Acordei às 11 da manhã - matei aula na crisma , porque já me bastaram os catecismos dos meus amigos no MSN , que me fizeram ficar puto da vida - almocei em casa um belo pernil e fiquei lendo o "Bufo & Spallanzani" do Rubem Fonseca , um baita livro interessante e que eu estou terminando. Trilha sonora:pela manhã , Cat Stevens , à tarde , John Lee Hooker & Canned Heat. À noite , Antony.

Rolando na Vitrola:Best of Cat Stevens/Hooker'n Heat/I Am A Bird Now

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Girls You Love Boys

Mina mó estranha falando comigo no MSN. Invadiu o MSN da minha amiga e ainda se acha no direito de ficar me criticando. Para meu! Ih , ó o cara aí ó. Por falar nisso , essa minha amiga marcou de comer pastel com a galera e acabou atrapalhando tudo. É uma beleza... só mesmo o tiozinho do Blur que eu não lembro pra me lembrar que a gente depende delas... "girls who want boys who like boys to be girls". Peep Peep.

TAKE ME OUT! É realmente , é a única música boa do Franz Ferdinand em matéria de balançar o esqueleto. E de quanto você está puto... se bem que o Killers também serve pra esses momentos... principalmente as duas agitadas deles... alguém me disse e sr. otimista. It was only a kiss...

E o pior de tudo é que amanhã tem crisma(tem cabimento?. Tudo bem , eu levo um papel e vou ficar rascunhando meus deveres de casa. Outro dia passou procissão em frente de casa e eu não tive dúvida... coloquei o Ozzy e o Iommi no último volume... só que no meu fone de ouvido , infelizmente. Já diziam os titãs... "Eu não gosto da igreja , eu não entro na igreja , não tenho religião".

Rink , rink - soam os teclados dançantes

Rolando na Vitrola:Todas as canções de ódio que eu queria ter escrito.

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 23h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Anjo Pagão

A vida é estranha. Em plena sexta-feira santa , quando você pensava ser o único ateu de sua turma , vem alguém e te chama de Anjo da Guarda. Será possível? Eu explico a história direito... fui na casa de um amigo hoje à tarde. O cara é diabético e precisa de alguns cuidados especiais. Fomos jogar futebol e notei que o cara não estava bem. Até aí , normal , porque ele tinha acabado de acordar quando eu cheguei. Ele subiu pro apartamento e eu fiquei jogando futebol com os amigos dele. Quando subo , vejo o cara num estado estranho. Chamo a mãe dele e etc... bem , o cara foi pro hospital e acabaram me chamando de "anjo da guarda". Life is strange.

A novidade musical de hoje é um velho conhecido de quem frequentou o meu blog no fim do ano passado ou assiste à novela das oito:Damien Rice. Não são bem novidades , pois já vão fazer três anos que o cara lançou seu primeiro disco , "O". Mas sim que eu andei achando uns bootlegs do cara e sua backing vocal , Lisa Hannigan , cantando coisas como "Creep" , do Radiohead , "Seven Nation Army" , do White Stripes , "I'm Still Haven't Found... " , do U2 e "Desafinado" , "Águas de Março" e "Once I Loved" , do mestre Tom Jobim. O melhor disso tudo é o sotaque estranho de Damien & Lisa cantando em português. Mas "Creep" me dá vontade de me matar depois de acabar a música , a música do U2 vem junto com "Blower's Daughter" e "Seven Nation Army" ganha um arranjo diferente e mais lírico. Pequenas guloseimas enquanto ele não lança seu próximo disco(ou vêm ao Brasil , o que é bem possível com a música na novela).

Eu continuo a procurar o que nunca achei.

Rolando na Vitrola:Meus Amigos(Som da Rua)/I'm Still Haven't Found What I'm Looking For(Damien Rice)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h35
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Power Pop de Prima

Eu adoro o Power Pop. Calma , eu explico. Power Pop é o nome que se dá a bandas que misturam o pop anos 60 de Beatles , Byrds e outros psicodélicos com o peso mod de Who , Kinks , Big Star e uma melancolia a la Leonard Cohen e Bob Dylan. Entram nessa turma os ingleses Teenage Fanclub , Blur , Kaiser Chiefs , Magic Numbers , Belle & Sebastian e o brasileiro Som da Rua. Só gente de primeira!

Raconteurs manda muito bem. Às vezes lembra Guns and Roses , por culpa do timbre agudo do Jack White , às vezes lembra Nirvana , pelos riffs grudentos , às vezes lembra Beatles , pelas baladinhas ensolaradas. Mas o que paira sobre eles mesmo é a alma do bom e velho Led Zeppelin , como em "Steady As She Goes" , "Call It A Day" e "Blue Vain".

De resto , um feriado cujo significado é quase nulo pra mim , um violão prestes a voltar a desafinar , alguns bons livros pra ler , novos discos pra ouvir e uma perspectiva de shows para se assistir(Yamandu Costa e CSS semana que vem quase certeza. Em maio , Miúcha , Beto Guedes e Ludov + Wonkavision merecem minha atenção) Como já dizia Mirna Grzich , apresentadora do finado "Música da Nova Era" , "Vamos ver o que acontece..."

Oh never known , each place to go...

Café Pequeno: Ontem não compareci aqui por problemas técnicos que ainda aparecem aqui no computador. Well... that's just one kiss...

Rolando na Vitrola:Neil Jung(Teenage Fanclub)/Mr. Brightside(Killers)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 23h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




That's Geléia!

O meu violão e as cordas se salvaram , no fim de tudo. Pra quem acha que eu falei grego... bem... é verdade! Mas eu prefiro latim:"Alea jacta est". Por falar nisso , a sorte está lançada no Campeonato Brasileiro , que começa sábado com 3 jogos. O meu Santástico joga no domindo , contra o Goiás , no Serra Dourada , às 18h10. E às 16h provavelmente estarei no Anacleto Campanella , assistindo o jogo do São Caetano contra o Cruzeiro. Se tudo der certo!

Hoje a dica musical é de um conjunto relativamente desconhecido aqui no Brasil:The Jam , liderado pelo guitarrista Paul Weller. Os caras eram uma espécie de punk , mas com o tempo se rebeleram contra o estilo , assumindo as influências já claras do rock dos anos 60:Beatles , Who , Kinks e Small Faces. Os principais grupos influenciados pela geléia foram os britânicos Blur e Kaiser Chiefs e os brasileiros Ira! e Cachorro Grande.

Aqui na lista do eMule tão agora um disco-bootleg de quando o Ludov ainda se chamava Maybees e fazia canções em inglês , uma coletânea do Green Day , grupo o qual só conheço o disco "American Idiot" e o disco da nova banda do Jack White(White Stripes) , o Raconteurs. O disco chama-se "Broken Boy Soldier" e foi cotado pela crítica como um "Nevermind Parte 2". (Pra quem não se lembra , "Nevermind" é o nome do disco clássico do Nirvana , aquele que tem o bebê pelado na capa e "Come As You Are" e "Smell Like Teen Spirit" no CD".

Save it!

Rolando na Vitrola:English Rose(The Jam)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Nylon 1.09

Malditas cordas de nylon. Hoje , após um dia de glória na escola - com direito a camisa do Santos e tudo - , fui comprar minhas cordas de violão e a tarracha pra trocar , porque a minha - razoavelmente nova - já tava dando vencimento. Pra quê? Não consegui montar as cordas novas e joguei fora as velhas... o violão tá uma bomba. A minha sorte é que tem aula amanhã e o professor vai dar uma arrumada...

Hoje , o que ficou me perseguindo musicalmente foram os riffs de guitarra + letras malvadas dos curitibanos do Bonde do Rolê. Os caras tão com tudo e não tão prosa:foram indicados como uma das 10 bandas mais quentes no mundo atualmente pela Rolling Stone americana e vão fazer uma turnê americana junto com o DJ Diplo e o Cansei de Ser Sexy(que fez uma versão inacreditável para "Humanos" , do Supla). Enquanto isso , "olha esfiha! , olha o kibe!... vai coxinha!" , do "Funk da Esfiha" e "Vem caminhoneiro , minha casa não é zona mas você é meu puteiro" , da Melô do Tabaco. (da-da-dança da ventoinha...)

Aqui é tudo impressão...

Rolando na Vitrola:O disco inteiro do Violins , "Grandes Infiéis". Promessa de disco novo antes da copa!

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Ouve o Chamado

Atenção:este post pode conter carga emocional demasiada devido ao campeonato paulista. Pronto... agora eu posso gritar... É CAMPEÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Well... já estou com o PC original(ficou uma lindura... azul e prata...) , portanto em breve vou colocar as visitas em dia e arrumar a lista de favoritos. Ontem teve show do Paulinho da Viola. Foi bom , mas esperava um pouco mais do cara. Conhece aquele negócio de a expectativa é do tamanho da decepção? Pois é... mas valeu o ingresso. Agora é cansei de ser sexy no feriado de tiradentes e depois virão Beto Guedes , Miúcha , Bob Dylan... :D

Consegui enfim acabar o rascunho do conto. Agora vem a parte mais difícil. O repertório ficou um pouco maior do que o esperado , e tem coisas como Belle & Sebastian , Damien Rice - a pedidos de Theo - , Killers , Magic Numbers ,  White Stripes , Green Day e Jet. Na parte brasileira , vamos de Som da Rua , Ludov , Rock Rocket , GRAM e Bidê ou Balde. Acho que dá uma salada boa... apesar de sentir falta de algumas coisas. Bem... mãos à obra!

California waiting...

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 20h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Cavalo do Imperador

O mundo está realmente ao contrário. Tava fuçando aqui no UOL quando li a seguinte notícia:homem é preso por terrorismo após cantar The Clash no táxi. Eu explico... a coisa tá tão paranóica que só pelo passageiro ter ligado seu iPod no táxi e ficar escutando a canção "London Calling" , do Clash , o taxista acreditou que ele fosse um subversivo e acabou sendo preso. Enquanto isso , o Lula , aqui no Brasil , em uma medida eleitoreira , aumentará salário de aposentados , baixará em até 90% os preços de remédios de diabetes e hipertensão e outras coisas mais. E rola solta a galhofa na república de bananas.

Sondre Lerche é o cara. Já me apaixonei pela música desse norueguês que estreou em 2002 com "Faces Down" , em 2003 lançou o elogiado "Two Way Monologue" e acabou de trazer ao mundo "Duper Sessions". É muito bom mesmo , lembrando os bons poetas do rock , como McCartney , Dylan , Young e Cat Stevens. É mais um bom compositor , a se juntar com os também promissores Damien Rice e Devendra Banhart e o grupo já consagrado no underground Belle & Sebastian.

Depois de uns dois , três dias , o Pokemon tá começando a enjoar. Mas eu quero ver se ainda assim acabo o jogo. Virou questão de honra. Mas enquanto isso não acontece , vou me distraindo com o livro do Truman Capote e com o meu violão , que tá meio capenga na afinação - caiu meio tom do que deveria ficar - mas cujo violeiro tá conseguindo tirar a música do Beethoven e a canção do Creedence. E amanhã tem show do Paulinho da Viola... eba!

Corre Bruno... corre

Rolando na Vitrola:Os discos do Sondre Lerche , em especial uma música que ele diz... "eu só queria ser que nem você , mas acabei por me apaixonar".

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 20h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




If the World Ends

É... tô regredindo mesmo. Passei a tarde inteira jogando o Pokemon - estou indo ganhar a 5ª insígnia agora - e pretendo fazer isso após responder os comentários do blog e postar aqui hoje. Espero que seja temporário , só até eu fechar a versão amarela do jogo , cujo mascote é o Pikachu. Eu nunca gostei desse Pokemon , ainda mais agora... :D

Hoje à tarde , ouvi o disco do Interpol , "Antics". O Interpol é mais uma daquelas bandas que imitam a sonoridade dos anos 80. Mas imitam tanto que eu tive a impressão de estar ouvindo o REM em algumas horas e o U2 fase Brian Eno em outras. Mas é bom , mesmo assim. Agora tô puxando Sondre Lerche , dica do Theo , do Museu de Tudo. Vamos ver se é bom. E por hoje é só , pessoal!

Rolando na Vitrola:Who Left the Lights Off Baby(Guillemots)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 21h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Back to Nove!

Parece que eu estou regredindo um pouco. Ontem , umas dez e meia da noite , fiquei com vontade de jogar Pokemon. E joguei , joguei hoje à tarde e vou jogar depois do horário de pico no MSN(após às 22h). Por enquanto , já consegui superar um dos meus traumas , o Monte Lua , que eu não conseguia passar , quando tinha lá meus oito , nove anos e vivia jogando Pokemon - eu sabia o nome de todos e assistia religiosamente , duas vezes ao dia.

Ontem , enquanto jogava , ouvi alguns bons discos... "No Wow" , do The Kills , cujo som é uma mistura de Velvet Underground com White Stripes , nos momentos mais sombrios destes dois. Outro destaque foi o "Will Save Us All" , do grupo alemão Chicks on Speed. É ouvir e descobrir da onde surgiu o Cansei de Ser Sexy. Ouça "Glamour Girl" e "Warm Leatherhette".

E na Biblioteca Municipal , procurei hoje pelos livros do Nick Hornby - Alta Fidelidade , Um Grande Garoto e etc. - e do André Takeda - Clube dos Corações Solitários e Cassino Hotel. Nada feito. Pra não perder viagem , sai de lá com o "Bufo e Spalanzani" , do Rubem Fonseca e que me foi recomendado pelo Marco , e "Bonequinha de Luxo" , do Truman Capote. Vamos ver...

She brushes her teeth five times the day...

Rolando na Vitrola:Glamour Girl(Chicks on Speed)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 20h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Ode to the Joy


Mut and Will na rua da minha escola. Analfabeatles.

Tem coisa melhor que ouvir "Strawberry Fields Forever" como a primeira música do dia? Acho que não dá... só se for um dia de sol e a música for "Here Comes the Sun". Em todo caso , se todo mundo ouvisse Beatles , o mundo seria mais feliz. É só ver... segunda à tarde , cansado de uma manhã cansativa na escola , eu catei o CD do "Abbey Road" , que infelizmente está cortado numa parte , e ouvi ; meu dia melhorou. Sim , cortado , de tanto que meu pai ouviu. Aliás , se alguém quiser me dar esse disco , "Abbey Road" , ou o "Help" , ou o "Revolver" , dos Beatles , eu vou ficar muito feliz e eternamente grato.

É... os Guillemots mandam bem mesmo. Mas a melhor música deles continua sendo a primeira que eu ouvi , "Made Up Love Song #43". Ouça também "Trains to Brazil" , que começa à la Strokes e vai acalmando , virando um quase Sigur Rós ao final. Ou "Daftside" , que é quase batucada o tempo inteiro , parecendo Santana sem guitarras e vai ficando mixada. Pairam sobre eles Radiohead , Bjork e o Arcade Fire , além de coisas como Brian Eno(Music for Airports) e David Bowie lado B de Low.

Acabei o "Grande Arte" , do Rubem Fonseca. E cheguei à conclusão que eu sou um anti-Mandrake. O cara tem todas as mulheres que quer , e todas o querem. Eu quero todas as mulheres , mas nenhuma me quer. :D E é possível gostar mais de uma pessoa ao mesmo tempo. Agora , vou de Caio Fernando Abreu e "Onde Andará Dulce Veiga?". Eu ia pegar outro do Rubem Fonseca , um que tem um nome estranho , mas acho que alguém pegou. Snif. :D

Have you ever seen the gypsy queen?

Rolando na Vitrola:If the World Ends(Guillemots)/Trains to Brazil(Guillemots)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 20h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




#43

Anote aí esse nome:Guillemots. Os caras ainda vão fazer muito barulho esse ano , devido a uma mistura de cacofonia , sons gélidos e um pano de fundo oitentista , lembrando bem Joy Division , Cure e Roxy Music , tal como o Arcade Fire. A banda , que tem formação multiétnica - tem um escocês , um canadense e um brasileiro - , soltou o single "Trains to Brazil" em homenagem a Jean Charles de Menezes , que morreu no metrô de Londres. Eu tô baixando aqui o EP de estréia dos caras e já estou ouvindo a uns quinze minutos seguidos uma única música deles , "Made Up Love Song #43". Anote aí , porque é grande a chance dos caras fazerem o melhor disco do ano.

Não morreu nenhum filósofo ianomâmi , pra Luma se acalmar. É só o verso de uma das melhores músicas do Tianastácia , banda mineira que eu já falei bastante aqui e que assinou contrato com o produtor Rick Bonadio para lançar seu próximo disco , em 2006. Se os caras não estourarem nas mãos desse cara , não estouram com ninguém - nem com Liminha , o pai do pop.  A propósito , a música chama-se "Desperdícios" e está no último CD de estúdio deles , "Na Boca do Sapo tem Dente".

Faz tempo que a padoca é padoca. Já vai fazer quase um ano. E acho que vou mudar novamente , já que tou deixando de ser mutante. A padoca deixou de ter cardápio no almoço pra virar um self-service , cada um pega a parte que quer. Cultura Pop é bom e eu gosto. Alguém tem alguma sugestão pra nome?(Eu bem que queria roubar o do Ronzi ...)

I love you , I don't think you care

Rolando na Vitrola:Made Up Love Song #43(Guillemots)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 20h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________




Hoje O Sonho Longe

O chefe aqui ainda não arrumou o computador , mas o meu amigo inventou de devolver o computador dele pra nós porque não vai precisar de novo pro resto da semana. Bem , eu acho que até lá eu já tou com o PC legal de novo... e aí , arrumo a lista de favoritos , continuo o conto e visito todo mundo direito , OK?

Estou abismado com os erros do juiz que eu nem sei o nome no jogo São Paulo X Santos hoje. O cara consegue fuder(com o perdão da palavra) os dois times , seja expulsando o zagueiro santista , invalidando os gols válidos , validando os inválidos , marcando penâltis inexistentes e desmarcando os existentes. Demitam esse incompetente!(e de pensar que eu pudia tá comemorando agora...)

Bem... passei o final de semana bem. Apesar da chata prova no sábado de manhã e a maldita santa igreja no domingo de manhã , foi tudo tranquilo. O violão tá afinado e começaram a sair coisas muito legais dele(as escalas tão ficando boas) , eu não toquei no livro do Mandrake(preciso acabar até quinta) e comprei ingresso pro Paulinho da Viola(sábado que vem) e pro Cansei de Ser Sexy(feriado de Tiradentes , com o Will e o Alvarot , na segunda fila...). Lovefoxx é minha musa.

Quanto à música , sobrevivi com dois discos. Pode-se dizer , de maneira figurada , que os dois salvaram minha vida ontem à noite. "O" , do Damien Rice - sim o autor da melodia de "É Isso Aí" , mas a letra não é culpa dele - e "O Exercício das Pequenas Coisas" , do Ludov. Ótimos pra curar um semi-porre-fossa depois de um cinema. Obladi Oblada.

Bondosa era tão longe

Café Pequeno: Morreu o filósofo ianomâmi.

Rolando na Vitrola:Mais Uma Vez(Ludov)/Cannonball(Damien Rice)/Bondosa(Tianastácia)

FUI!



- Postado por: Mutatis Mutante às 20h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________